Topo

Pela primeira vez, duas mulheres fazem uma caminhada no espaço

18/10/2019 11h45

Washington, 18 Out 2019 (AFP) - A primeira caminhada espacial com uma equipe feminina começou nesta sexta-feira, segundo imagens transmitidas pela NASA.

A missão das astronautas americanas Christina Koch e Jessica Meir é reparar um controlador de energia do lado de fora da Estação Espacial Internacional (ISS).

A caminhada espacial desta sexta deve durar várias horas, para trocar uma unidade de recarga de bateria que parou de funcionar no fim de semana passado.

A ISS converte a luz solar em energia elétrica através de painéis fotovoltaicos, mas durante sua órbita gasta muito tempo sem receber luz diretamente, e é nesses períodos que tira vantagem da energia armazenada nas baterias.

Koch, engenheira elétrica, lidera Meir, doutora em biologia marinha e que está realizando sua primeira caminhada espacial, também conhecida como "atividade extraveicular".

O primeiro passeio espacial feito pelas duas astronautas estava marcado para março, mas a NASA teve que cancelar quatro dias antes porque elas não tinham os trajes do tamanho certo para cada uma.

"Queremos garantir que o espaço esteja disponível para todas as pessoas, e esse é outro marco nessa evolução", afirmou o administrador da NASA Jim Bridenstine.

"Eu tenho uma filha de 11 anos, quero que ela se veja como tendo as mesmas oportunidades que tive quando eu era criança", acrescentou.

- Mulheres na Lua -A NASA, tradicionalmente dominada por homens, recebeu críticas de várias frentes após a fracassada missão feminina de março, que, para essas vozes, representava uma evidência do sexismo implícito na cultura da agência espacial americana.

Em 1983, Sally Ride se tornou a primeira mulher americana a viajar para o espaço, como membro da sétima missão do ônibus espacial.

Hoje, o número de astronautas mulheres de origem americana excede o de qualquer outro país.

Mas quem ostenta o recorde de ter sido a primeira mulher no espaço é a cosmonauta Valentina Tereshkova, da antiga União Soviética, em 1963, seguida por sua compatriota Svetlana Savitskaya em 1982, que viria a ser a primeira mulher a realizar uma caminhada espacial dois anos depois.

Os Estados Unidos estão atualmente desenvolvendo uma missão chamada Artemis, irmã gêmea de Apolo da mitologia grega, com a qual pretendem retornar à Lua depois de mais de 50 anos, e incluirão mulheres em suas equipes de astronautas.

Possivelmente, também poderá compreender uma missão composta apenas por mulheres.

A data prevista para o primeiro desses novos pousos tripulados na Lua, considerados improváveis por vários especialistas, é o ano de 2024.

ico/sdu/ll/cn/aa/cn

Tilt