Conteúdo de Marca

produzido por

Carnaval em alta resolução

Profissionais ensinam a fazer a "foto perfeita" da festa com o seu smartphone

oferecido por Selo Publieditorial

Rico em cores, movimentos, cenas e detalhes, o Carnaval tem ângulos de sobra para cada folião fazer belas imagens e compartilhar com os amigos os melhores momentos da festa mais animada do país. Seja de dia, de noite, na rua, no salão, no bloquinho ou na escola de samba, não é preciso ter uma câmera profissional para fazer bonito. Um smartphone com câmera de alta resolução dá conta do recado, garantem fotógrafos e videomakers profissionais.

Foto da Lorena Dini, feita com o motorolaone hyper

O motorolaone hyper é um exemplo. Com um sensor de 64 MP Quad Pixel na câmera traseira e de 32 MP na frontal, capta imagens em alta resolução. Já o moto G8 plus, conta com três câmeras traseiras. A principal tem sensor de 48 MP Quad Pixel. E sua câmera frontal possui 25 MP. Essas configurações ajudam os dois aparelhos a produzirem fotos e vídeos de alta qualidade em qualquer situação: estática, em movimento e até com baixa iluminação.

Tem celulares com câmeras ótimas, hoje ainda mais. Trabalhos profissionais já são feitos com smartphones. O olhar, o momento, a técnica e a arte é o que fazem realmente a história ser contada, a imagem ser bonita

Lucas Motta, Fotógrafo e Videomaker, conhecido nas redes sociais como @luquinhaz.

Veja 5 dicas de profissionais para traduzir a diversão do Carnaval nas melhores imagens:

1. Crie uma narrativa

Pensar nas imagens como parte de uma linha narrativa é um bom ponto de partida para conduzir o olhar de quem está por trás da câmera, segundo Paulo César Pereira, fotógrafo e professor de fotografia do Senac.

Pense que você chega no Carnaval de Olinda, fotografa a beleza da cidade, do céu, da paisagem, depois clica as pessoas num bloco de frevo, se aproxima e registra o detalhe dos guarda-chuvas coloridos. Você contou uma história e isso é muito rico. Vai dar uma recordação bacana que você pode até imprimir depois.

Paulo César Pereira

Foto da Lorena Dini, feita com o motorolaone hyper

Ou ainda pode apreciar as imagens quantas vezes quiser sem perder nenhum detalhe numa hyper tela total vision de 6.5 full HD+, se o seu celular for um motorolaone hyper.

Foto do Gustavo Lima, feita com o moto G8 plus

2. Escolha um "protagonista"

Cada cena numa foto ou vídeo precisa ter um protagonista, ou seja, um ponto principal. "Olhe para um assunto que você gostaria de dar atenção, como se você estivesse olhando para um palco e acendesse uma luz em cima de um personagem. No Carnaval, pode ser uma fantasia, uma pessoa, um grupo de pessoas, uma decoração. Faça disso o protagonista da sua imagem", diz Luquinhaz. Segundo ele, essa noção ajuda na hora de fazer o foco e enquadrar.

Para situações carnavalescas, em que tudo se movimenta rápido, o moto G8 plus e o motorolaone hyper garantem que não se perca nenhum momento. Com foco automático a laser, suas câmeras miram rapidamente a cena que estiver no quadro. E sua estabilização eletrônica de vídeo aprimorada ajuda a manter a qualidade da imagem mesmo nas situações mais agitadas.

3. Componha o quadro

Enquadrar é uma das ações mais importantes na hora de fazer uma boa fotografia ou vídeo.

A regra mais simples para um enquadramento legal é alinhar o assunto no centro. É importante também sempre olhar para as bordas da foto, para garantir que não está cortando ninguém ou aparecendo nada que tire a atenção do foco principal.

Lucas Motta

Foto da Jéssica Liar, feita com o motorolaone hyper

Mas se a ideia é variar no quadro, o professor Paulo César recomenda fazer experimentações. "Tente enquadrar ligeiramente mais para um lado e para o outro. Se for o retrato de uma pessoa que não estiver de frente, mas olhando para um lado, inclua um espaço na frente dela", afirma. Ele recomenda também variar nas distâncias. "É legal fazer fotos amplas, mas também incluir na série detalhes e cenas aproximadas, fazer imagens de grandes, médias e pequenas distâncias."

Para fotos e vídeos de ambientes grandes, a câmera de ação ultra wide do moto G8 plus enquadra quatro vezes mais as cenas, com seu sensor de ângulo aberto de 117°. Além disso, o aparelho conta com um sensor de profundidade que trabalha com a câmera principal para desfocar automaticamente o fundo e realçar o primeiro plano.

Foto da Lívia Elektra, feita com o moto G8 plus

4. Aproveite a luz ambiente

Perceber as relações de luz e sombra de uma cena faz toda a diferença para produzir uma imagem bonita. "Uma dica é perceber no ambiente os lugares onde tem luz. Se for fazer um retrato ou fotografar um objeto em detalhe, como fantasia ou maquiagem, posicione onde tiver mais luz. Mesmo à noite ou em ambiente fechado, procure um ponto que pode ser aproveitado", diz Luquinhaz.

Segundo Paulo César, a posição da luz também ajuda a compor fotos mais legais:

Não é porque está claro que está bem iluminado. É bom observar se a luz está frontal, em cima da cena, de lado ou atrás. Evite a contraluz. A iluminação mais lateral é a melhor porque cria área de luz e sombra, aumentando a sensação de tridimensionalidade

Paulo César Pereira, Fotógrafo e Professor de fotografia do Senac

Foto do Gustavo Lima, feita com o moto G8 plus

O recurso de Night Vision, presente tanto nas câmeras frontal e traseira do motorolaone hyper como na câmera traseira do moto G8 plus, permite um melhor aproveitamento da luz, produzindo fotos nítidas, com cores precisas e brilho à noite ou em ambientes fechados com pouca iluminação. A função é sugerida automaticamente pelo smartphone, destacando detalhes e cores que você não conseguiria capturar no escuro.

Foto da Jéssica Liar, feita com o motorolaone hyper

5. Explore o melhor ângulo nas selfies

"No Carnaval, a selfie tem que existir!", diz Paulo César. A dica, segundo ele, é não ficar muito no canto da foto e nem muito perto da câmera, para a imagem não sair distorcida, já que a proximidade da lente produz efeitos óticos.

Na hora de se posicionar, a dica é colocar o rosto na direção da luz e buscar o seu melhor ângulo. "Tem um segredo que poucos sabem: a maioria das pessoas têm diferença de altura dos olhos. Na foto frontal, isso pode se destacar. Então, procure uma posição levemente mais lateral, para tirar a referência dessas linhas, e olhe sempre para a câmera", recomenda.

Para as melhores selfies, o motorolaone hyper tem câmera retrátil pop-up de 32 MP de alta resolução. A lente sobe em menos de um segundo quando acionada, e com a tecnologia Quad Pixel tem quatro vezes mais sensibilidade a luz, proporcionando fotos mais nítidas e bem-iluminadas mesmo em ambientes escuros ou de noite.

As fotos do rolê ficaram ótimas

Convidamos 5 influenciadores apaixonados por fotografia para fazerem uma cobertura completa do Festival CarnaUOL, no último sábado (08), usando somente as câmeras do motorolaone hyper e do moto G8 plus.

Veja o que a Helena Yoshioka, a Lorena Dini, a Jéssica Liar, o Gustavo Lima e a Lívia Elektra registraram por lá:

Topo