PUBLICIDADE
Topo

Live: como uma rede mundial de hotéis encara o turismo em época de pandemia

Renato de Castro
Imagem: Renato de Castro
Renato de Castro

Renato de Castro é expert em Cidades Inteligentes. É embaixador de Smart Cities do TM Fórum de Londres, membro do conselho consultivo global da Leading Cities de Boston e Volunteer Senior Adviser da ITU, International Telecommunications Union das Nações Unidas. Acumulou mais de duas décadas de experiência atuando como executivo global. Renato já esteve em mais de 30 países, dando palestras sobre cidades inteligentes e colaborando com projetos urbanos. Atualmente, reside em Barcelona onde atua como CEO de uma spinoff de tecnologia para Smart Cities.

14/10/2020 04h00

Agora é oficial: estamos na segunda onda de contaminações do covid-19 aqui na Europa :( . Itália com mais de 5.000 casos diários, França e Reino Unido com um crescimento exponencial e números mais altos que os do pico da crise, em março deste ano. Com o fantasma de um novo lockdown batendo a nossas portas, a situação econômica se torna cada vez mais critica.

A pandemia afetou a economia mundial como um todo. Do ponto de vista econômico, poucos setores sairão ilesos de 2020. E olha que, segundo muitos economistas, o pior da crise econômica ainda está por vir. Alguns setores já estavam começando a esboçar alguma reação, pelo menos na Ásia e Europa, onde parecia que a pandemia estava sob controle. Mas agora, com a iminência da temida segunda onda, cresce o temor de que a recuperação poderá ser mais lenta e dolorosa que imaginávamos.

Esta semana vamos discutir sobre as tendências e expectativas de um dos setores mais afetados pela pandemia: o turismo. Na quinta-feira, 15 de outubro, às 17:00 (horário de Brasília), irei conversar com Paulo Mancio, vice-presidente sênior de design, técnica e construção do grupo Accor para a América Latina.

A Accor é a maior empresa de hotelaria da Europa e a sexta maior do mundo, operando em 100 países, com mais de 4.800 hotéis e 280.000 funcionários e uma capacidade total de aproximadamente 704.000 quartos.

Você pode até não conhecer o grupo ainda, mas seguramente já ouviu falar de hotéis como o Ibis, Novotel, Mercure, Swissôtel, Sofitel e Fairmont, certo? Pois então, essas são algumas das mais de 35 cadeias de hotéis pertencentes ao grupo Accor. Dá para imaginar então a dimensão do desafio!

O mundo está mudando rapidamente e você não vai querer ser o último a entender para onde vamos, né? Então não pode perder esse super bate-papo!

Clique aqui para a live.