PUBLICIDADE
Topo

Live: Reino Unido vai investir para o Brasil ter cidades mais inteligentes

Live Renato UK - Renato de Castro
Live Renato UK Imagem: Renato de Castro
Renato de Castro

Renato de Castro é expert em Cidades Inteligentes. É embaixador de Smart Cities do TM Fórum de Londres, membro do conselho consultivo global da Leading Cities de Boston e Volunteer Senior Adviser da ITU, International Telecommunications Union das Nações Unidas. Acumulou mais de duas décadas de experiência atuando como executivo global. Renato já esteve em mais de 30 países, dando palestras sobre cidades inteligentes e colaborando com projetos urbanos. Atualmente, reside em Barcelona onde atua como CEO de uma spinoff de tecnologia para Smart Cities.

07/10/2020 14h56

Com a melhora nos números da covid-19 no Brasil, a retomada econômica passa a ser um assunto cada vez mais recorrente. Das inumeráveis lives aos tão saudosos e ainda tímidos encontros de happy hour, a discussão é a mesma: como será 2021? E para esquentar ainda mais esse tema na nossa indústria das smart cities, ainda temos as eleições municipais batendo nas nossas portas.

Vamos ter dinheiro para fazer nossas cidades mais inteligentes? Eu acredito que sim! E vamos exatamente falar sobre isso na nossa live dessa semana.

Nesta quinta-feira (8), às 10h (horário de Brasília), irei conversar com João Rampini, executivo responsável pelo Programa Cidades do Futuro do Prosperity Fund no Brasil.

O Prosperity Fund é um fundo de cooperação do governo do Reino Unido que busca apoiar o crescimento econômico inclusivo necessário para reduzir a pobreza e contribuir para o cumprimento dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável).

No Brasil, o Reino Unido vai investir cerca de 110 milhões de libras (cerca de R$ 795 milhões) até 2023 para expandir o potencial de comércio global, catalisar inovação e investimentos, aumentando as oportunidades de negócios internacionais no país.

Uma das iniciativas deste fundo é o Programa de Cidades Inteligentes que atualmente já está beneficiando São Paulo, Recife e Belo Horizonte através de soluções inovadoras para diferentes desafios urbanos. O objetivo deste programa é fomentar o desenvolvimento urbano sustentável no Brasil por meio de tecnologias inteligentes em mobilidade urbana, dados abertos e água/saneamento. Muito bacana!

Essa é a somente a ponta do iceberg neste universo global de investimentos disponíveis para o setor de tecnologias aplicadas às soluções urbanas.

Não percam então essa oportunidade de entender melhor que o futuro próximo, pós-covid-19, pode não ser tão sombrio quanto parece ;).

Clique aqui para a live.