Topo

Coluna

Pergunta pro Jokura


Conhece a maior estrela conhecida no Universo? E a mais pesada?

Divulgação/Google
Imagem: Divulgação/Google
Tiago Jokura

Tiago Jokura é jornalista e, portanto, curioso profissional. Passou os últimos 15 anos respondendo as dúvidas mais complexas e inusitadas dos leitores na mídia impressa ? na tentativa infinita de explicar como o mundo funciona com clareza e bom humor. Agora, continua essa saga aqui no UOL. Mande sua pergunta cabeluda que ele faz questão de pentear.

04/11/2019 04h00

Pergunta de Flávia Nakamura Kotoro, de Curitiba (PR)

Flávia, sua iluminada, que brilhante questão. A UY Scuti estreou para a audiência terráquea em 1860, observada por astrônomos alemães baseados em Bonn e batizada originalmente como BD-12 5055. À época, os caras não tinham noção do tamanho do astro, que só veio a ser estabelecido em 2012, com uso do Very Large Telescope (VLT), instalado no Chile.

Lá do meio do deserto do Atacama, pesquisadores observaram a estrela localizada a 9.500 anos-luz da Terra e estimaram seu tamanho em 1.708 vezes o raio solar. Sim, esta é a unidade de medida para corpos estelares. Não aquele raio solar que a gente bloqueia para não ter câncer de pele, mas trata-se do raio geométrico, a medida em linha reta entre o centro do Sol e sua fotosfera —a superfície luminosa, digamos assim.

Para tentar dar uma noção mais palpável do que dizer que a UY Scuti é 5 bilhões de vezes maior do que o Sol, imagine que o astro-rei fosse uma lâmpada elétrica caseira (com uns 3 centímetros de raio, ou seja, 6 cm de diâmetro). Nesse caso, o diâmetro da UY Scuti seria mais ou menos do tamanho de meio-campo de futebol (51,24 m). Imagine, então, que essa esfera teria uma altura equivalente a um prédio de 17 andares. Essa é a (des)proporção de tamanho entre a UY Scuti e nosso modesto Sol.

A mais pesada também foi batizada com uma sopa de letrinhas, só que ninguém mudou o nome dela ainda. A R136a1 foi descoberta 100 anos depois da UY Scuti no Observatório Ratcliffe, em Pretória, África do Sul. A 163 mil anos-luz da Terra, ela tem massa solar de 315 (ou seja, tem massa 315 vezes maior que a do Sol).

Ela também brilha muito num quesito que você nem perguntou, Flávia: saiba que a R136a1 é também a estrela mais luminosa deste Universão sem porteira, com luminosidade solar de 8,7 milhões - ou seja, a energia que ela irradia é 8,7 milhões de vezes maior do que a que o Sol manda para a gente todo santo dia.

Tem alguma pergunta? Deixe nos comentários ou mande para nós pelo WhatsApp.

Errata: o texto foi atualizado
O nome da estrela mencionada no texto é R136a1, e não R136a1c, como estava escrito anteriormente. O texto foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Pergunta pro Jokura