PUBLICIDADE
Topo

Guilherme Rambo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Novos iPad e iPhone SE: o que podemos esperar do evento da Apple que vem aí

Evento presencial da Apple realizado no Steve Jobs Theater, Califórnia, EUA - Steady Hand Co./ Unsplash
Evento presencial da Apple realizado no Steve Jobs Theater, Califórnia, EUA Imagem: Steady Hand Co./ Unsplash
Guilherme Rambo

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

19/03/2021 04h00

Os rumores não param. Recentemente, diversas fontes confiáveis vinham afirmando que a Apple estaria preparando um evento para o dia 16 de março, que depois teria mudado para dia 23 de março. Ao mesmo tempo, analistas de respeito como Mark Gurman afirmavam que esse evento não existiria, mas que a Apple teria sim novos produtos para anunciar em breve.

Independentemente do fato de haver ou não um evento virtual da empresa, é sabido que março costuma ser um mês de novos lançamentos. Eles podem vir na forma de um evento presencial (não nos tempos atuais), um evento virtual (como foi feito durante 2020), ou apenas releases de imprensa.

Com a mudança para eventos não presenciais, a pressão para manter um calendário mais ou menos fixo como fazia no passado não existe mais, então seria possível a Apple realizar um evento virtual em abril, caso o evento de março realmente não ocorra.

Mas isso são detalhes, o que importa mesmo são os rumores do que estaria para ser anunciado. É disso que vou falar agora.

Novos iPads

O começo do ano tem sido a época preferida da Apple para novos lançamentos de iPads, especialmente na linha Pro.

Para este ano, é esperada uma nova geração do tablet profissional da empresa com alguns recursos novos. O primeiro deles seria a utilização de uma tela mini-LED —tecnologia que aproxima o LCD da qualidade do OLED—, inicialmente no modelo maior e mais para frente no modelo de 11 polegadas.

Ainda esta semana, Mark Gurman revelou também que esta nova geração do iPad Pro contaria com processador muito mais poderoso, equiparável ao M1 dos Macs, lançados ano passado.

Além disso, viriam com suporte a conectividade Thunderbolt, permitindo o uso de acessórios mais poderosos e transmissão de dados ainda mais rápida. Mas não precisa se preocupar em trocar seus cabos: o Thunderbolt utiliza o mesmo conector do USB-C, já presente nos iPads da linha Pro atuais.

Além da linha Pro, também espera-se uma atualização para o iPad mini, que viria com bordas menores ao redor da tela e um processador atualizado.

Infelizmente, tudo indica que não veremos um iPad mini com o design renovado similar ao iPad Air (sem botão Home).

Novo iPhone SE

A Apple finalmente atualizou a linha SE do iPhone no início do ano passado, adotando a carcaça do iPhone 8 com os componentes internos dos iPhones da linha 11.

Para abril, a Apple estaria planejando uma atualização para o aparelho. Eu não esperaria grandes novidades além de um processador mais rápido.

AirPods Pro 2 e AirPods 3

Os AirPods originais foram atualizados em 2019 com suporte a recarregamento sem fio e "Aí, Siri". Para este ano, a Apple estaria preparando a terceira geração dos AirPods, que viriam com um design mais parecido ao dos AirPods Pro, porém sem a ponta de silicone que veda os fones no ouvido e, obviamente, sem cancelamento ativo de ruído.

A linha Pro dos AirPods também poderia receber uma atualização, possivelmente com um design mais compacto.

Detalhes sobre possíveis recursos adicionais nos novos fones não foram divulgados.

Apple TV e AirTags

A Apple TV não recebe uma atualização desde 2017, quando a Apple lançou a Apple TV 4K. Já existem rumores de que uma nova geração do produto estaria em desenvolvimento há bastante tempo. Detalhes sobre o que essa nova geração teria são escassos.

Particularmente, gostaria que viesse com o chip U1, suporte ao recurso de Áudio Espacial e um processador mais rápido.

As AirTags, produto de rastreamento de objetos que já vazou de tudo quanto é jeito, também seriam finalmente anunciadas no início deste ano.

O produto já é conhecido pelo público desde 2019, graças a vazamentos, e chegou a aparecer até mesmo no canal de YouTube oficial da empresa, acidentalmente.

Tudo indica que houve problemas no desenvolvimento do produto que acabaram atrasando bastante seu lançamento, talvez impactado ainda mais pela pandemia e pela pressão antitruste em cima da Apple por parte de concorrentes, como a Tile.

Se teremos ou não um evento da Apple para anunciar novos produtos no começo do ano, eu não sei, mas estou ansioso para conferir as atualizações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL