PUBLICIDADE
Topo

O que esperar do evento da Apple e o mistério sobre os novos iPhones

Arte - lançamento sem iPhones - Arte/UOL
Arte - lançamento sem iPhones Imagem: Arte/UOL
Guilherme Rambo

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

11/09/2020 04h00

Chegou a hora! Como já é tradição há muito tempo, a Apple fará um evento para anúncio de novos produtos na próxima terça-feira, dia 15 de setembro.

Sempre que um evento da Apple se aproxima, é comum ver entusiastas comentando que desejam algum anúncio surpresa, algo que não tenha sido vazado nem comentado extensivamente em rumores. Pois para muitos, a surpresa deste próximo evento poderá ser o que a Apple NÃO irá anunciar nele: novos iPhones.

É isso mesmo: muito provavelmente não veremos os quatro novos modelos de iPhones — dos quais falei no meu texto mais recente — neste evento. A resposta para o porquê disso é muito simples: estamos em 2020! Todos já estão cansados de ouvir falar em coisas atrasadas ou canceladas por você sabe qual motivo, então vou poupá-los de ler essa mesma explicação novamente.

Na sua conferência para investidores mais recente, Tim Cook afirmou que os iPhones chegariam mais tarde neste ano: "algumas semanas mais tarde", segundo ele. Tradicionalmente, a Apple faz um evento no começo de setembro para anunciar novos iPhones e geralmente um novo modelo do Apple Watch, que entram em pré-venda poucos dias depois e começam a chegar nas mãos dos consumidores cerca de dez dias depois do evento.

Também não é incomum a empresa realizar outro evento em outubro, que geralmente é focado em Macs e iPads do segmento profissional. O que parece estar acontecendo neste ano é que a Apple vai misturar um pouco os dois eventos, mas inverter a ordem de lançamentos e deixar o iPhone para outubro. Considerando que os anúncios neste ano são todos virtuais — com vídeos transmitidos no site da empresa e no YouTube — fica ainda mais fácil fazer mais de um evento num curto espaço de tempo.

Além dos fatos mencionados acima, fontes confiáveis como Mark Gurman da Bloomberg também afirmaram que o evento não seria para o lançamento de novos iPhones. Poderia ser a Apple dando uma de troll para surpreender a todos no dia do evento? Talvez. Porém, acho mais provável a tese de que os iPhones serão anunciados somente em outubro.

Mas agora que sabemos o que não esperar deste evento, vejamos alguns produtos que tem tudo para dar as caras na apresentação.

Apple Watch Series 6

Na página do evento no YouTube, a Apple cometeu um pequeno deslize (intencional?) e colocou nos seus metadados a palavra-chave "Series 6". Isso mesmo, "Series 6", como em "Apple Watch Series 6", um produto que ainda não foi anunciado!

Tentando interpretar ainda mais as outras palavras-chave, vemos também coisas como Fitness e Wellness, o que nos dá pistas suficientes para assumir que haverá um foco em saúde no evento, o que por sua vez costuma ser o foco quando a empresa fala do seu relógio inteligente.

Ainda segundo rumores, a nova versão do Apple Watch teria um medidor de saturação de oxigênio integrado, além do ECG e da medição de batimentos cardíacos que já estão presentes nos modelos atuais. Seria uma adição interessante que poderia abrir uma nova gama de possibilidades no acompanhamento da saúde dos usuários.

Novo iPad "não-Pro"

Além do Apple Watch, também é esperada neste evento uma atualização na linha de iPads. É possível que a empresa anuncie um novo iPad Air com design parecido aos iPads Pro recentes, sem botão home.

Ainda sobre esses novos iPads, como eles não teriam botão home, mas também não teriam Face ID, a solução seria colocar o sensor do Touch ID no botão liga/desliga do aparelho, algo que seria novidade em produtos da Apple.

Uma pergunta que fica sobre esses novos iPads é sobre o suporte a acessórios. Será que, tendo o design similar aos iPads Pro, eles funcionariam com o Apple Pencil de segunda geração? E o Magic Keyboard? Saberemos no evento.

Acessórios

E por falar em acessórios, alguns deles podem aparecer também no evento da próxima terça. O rastreador de objetos inteligente da Apple, AirTag, que já vazou por todo canto, pode finalmente ser anunciado oficialmente.

Outro produto do qual se fala há muito tempo é uma versão ainda mais profissional dos AirPods, com formato similar ao Beats Studio. Os rumores são de que ele se chamaria AirPods Studio, teria componentes magnéticos que permitem a customização dos fones, além de outros recursos como a possibilidade de ser usado em qualquer orientação, sem precisar se preocupar com qual lado é o esquerdo e qual é o direito.

Além disso, também pode ser que a Apple anuncie uma versão menor do HomePod, sua caixa de som inteligente, para competir com produtos similares como Alexa e Google Home.

O evento será na próxima terça-feira, dia 15 de setembro, às 14h (horário de Brasília), e pode ser assistido no site da Apple, no app TV, ou no YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL