PUBLICIDADE

Topo

PUBG Mobile: Criadores de cheats são condenados a pagar R$60 milhões

Divulgação/Tencent
Imagem: Divulgação/Tencent

Amanda Fleure, do Start

Em São Paulo

11/01/2022 10h28

Um grupo de desenvolvedores de cheats para PUBG Mobile foram condenados a pagar 10 milhões de dólares (quase de R$60 milhões na atual cotação do dólar). O valor será utilizado para desenvolver tecnologia anti-cheat pela produtora do jogo.

Segundo a Tencent e a Krafton, os tribunais federais dos Estados Unidos e da Alemanha, decidiram a favor das produtoras em processo legal aberto contra um grupo de hackers e os acusados terão de pagar a quantia pelos danos causados.

Além disso, o grupo deverá dar detalhes do processo de criação de cheats. O caso abriu os olhos aos estúdios e produtoras que lutam contra os produtores de hacks e cheats, assim como a Activision abriu recentemente um processo legal contra o site de cheats EngineOwning.

Confira nossa última live do START UOL:

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol