PUBLICIDADE

Topo

Neurônios isolados em laboratório aprendem a jogar Pong; veja o vídeo

De START, em São Paulo

27/12/2021 16h09

Uma nova publicação na renomada revista científica New Scientist apresenta evidências de que o neurônio humano pode aprender mais rápido do que uma inteligência artificial. E o teste está sendo realizado com o jogo Pong, um dos primeiros games criados.

Cientistas da empresa Cortical Labs isolaram cadeias de neurônios em placas de Petri (um ambiente controlado para cultivo de células). Por meio de eletrodos, elas recebem e devolvem estímulos elétricos seguindo a dinâmica do game, no qual uma barrinha precisa rebater uma "bolinha", numa versão bem rudimentar de tênis. Confira no vídeo acima.

Segundo o chefe de pesquisa Brett Keagan, as cadeias de neurônio estão vivendo numa espécie de "Matrix", onde toda a interface que recebem é a do Pong. Todas as suas reações também são ao jogo. "Acho razoável chamá-las de cérebros ciborgues", afirma Keagan.

Ainda de acordo com Keagan, as células entenderam como reagir ao jogo em apenas 5 minutos, enquanto a inteligência artificial levou cerca de 90.

A pesquisa pretende oferecer novas soluções híbridas que combinem tecnologia com neurônios vivos. É o tipo de recurso que poderia viabilizar a resolução de problemas robóticos autônomos.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol