PUBLICIDADE

Topo

Como BrTT se tornou um ídolo de League of Legends no Brasil?

Do START, em São Paulo

01/12/2021 04h00

Felipe Gonçalves, o BrTT, anunciou uma pausa na carreira depois de 10 anos competindo profissionalmente em League of Legends. O carioca de 30 anos fez história nos eSports como umas das principais estrelas do cenário.

Enquanto esperamos para saber se a pausa de BrTT vai virar uma aposentadoria ou um retorno triunfal, vamos relembrar os momentos, jogadas e histórias que o fizeram ser o ídolo que é hoje, e que ajudou na construção na cena competitiva de LoL no país.

Experiência

BrTT começou a jogar profissionalmente LoL em 2012, vindo do DotA. No MOBA da Valve, ele já tinha experiência profissional, indo competir até fora do Brasil.

Essa experiência, junto com as similaridades mecânicas entre DotA e LoL, fizeram BrTT logo se destacar no competitivo e ser um dos melhores jogadores do cenário ainda em formação.

Felipe Gonçalves, o "brTT", é um dos principais carregadores do Brasil e joga na Keyd Stars - Fabiano Cerchiari/UOL - Fabiano Cerchiari/UOL
Brtt no início da carreira no LoL
Imagem: Fabiano Cerchiari/UOL

BrTT conquistaria o primeiro título nacional de League of Legends em 2013, pela PaiN Gaming. Hoje ele é o atleta que foi mais vezes campeão de LoL no país, com seis títulos.

Referência

O destaque no início do League of Legends no Brasil e a personalidade competitiva fizeram de BrTT uma inspiração para muitos jogadores.

Um dos casos mais emblemáticos é de Alexandre Lima, o Titan. O garoto, vindo do Amazonas, estreou no CBLoL com apenas 16 anos, e sempre citou BrTT como inspiração na carreira.

Artilheiro

BrTT joga na posição de atirador, também chamado de ADCarry, o que faz dele um jogador ofensivo, e responsável por várias jogadas impressionantes, como o Penta Kill (matar todos os cinco bonecos do adversário).

Em uma analogia com futebol, é como se ele fosse o atacante do time.

Por muitos anos ele também foi considerado o melhor jogador com o campeão Draven. Isso fez BrTT até tatuar as armas do personagem em seus braços.

Só que entre suas jogadas mais impressionantes na carreira está o ultimate que fez com a Jinx, que foi considerada a melhor do CBLoL em 2019 e rodou o mundo na época.

Rexpeita

BrTT soube trabalhar sua imagem para se tornar um dos primeiros influencers do cenário de LoL, criando bordões e atraindo fãs em transmissões ao vivo.

Diferente de outros pro-players, ele aproveitou logo cedo o sucesso para se transformar em uma marca que furou a própria bolha do game.

BrTT e sua marca de roupas, a Rexpeita - Divulgação/Rexpeita - Divulgação/Rexpeita
Imagem: Divulgação/Rexpeita

Exemplo disso é a Rexpeita, marca de roupas do atleta, que atraiu ainda mais fãs para ele. O nome vem do bordão "Rexpeita o rato", dito por BrTT com um carregado sotaque carioca.

Além disso, o bordão foi tão emblemático que o pro-player conseguir a façanha de ter essa frase dentro do League of Legends, como uma das falas do campeão Twitch, um rato mutante que é também um dos preferidos de BrTT no game.

No podcast Game Trends desta semana falamos mais sobre a vida e a carreira de BrTT, além de comentar sobre a pausa dele, e o que isso significa para o cenário de LoL no Brasil. O programa tem a participação da caster de League of Legends Maria Fogueta. Ouça.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir Game Trends, por exemplo, no Spotify e no Youtube ou assinando o nosso feed.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol