PUBLICIDADE

Topo

Duo Start

Leo Bianchi entrevista os pro-players e streamers mais hypados do momento


Baiano, do LOL para o mundo: "Meu sonho é ver uma Olimpíada só de games"

Do Start

Em São Paulo

27/09/2021 04h00

Há muito tempo, Baiano deixou de ser uma figura associada apenas a League of Legend, jogo que o catapultou para a fama mundial desde 2012. Mas, apesar de já ter virado empresário, músico e até apresentador de TV, ele não tem nenhuma perspectiva de deixar o universo gamer de lado.

"Meu sonho é ver uma Olimpíada só de games", contou em entrevista exclusiva ao Duo Start, quadro fixo do jornalista Leo Bianchi no canal do START no YouTube.

Os jogos eletrônicos também serão a pauta da mais nova iniciativa de Baiano: o talk show Play Night, que estreou em julho em suas redes sociais (só no YouTube, já são 31 mil inscritos). Para descobrir seu estilo como entrevistador, ele diz que se inspirou muito em Danilo Gentili e Tatá Werneck. Confira na primeira parte da entrevista, no vídeo no topo desta página.

Assim como outras figuras dos eSports, como Thaiga e Cerol, Baiano também está se aventurando pela música. Sua primeira faixa, "Na Base", com participação de Léo Santana e Kawe, foi lançada em 21 de agosto e já tem quase 400 mil reproduções só no YouTube. Será que ele vai mesmo virar cantor? Veja na segunda parte da entrevista:

Baiano também debateu a eterna rixa entre as comunidades de League of Legends e de Free Fire. Ele diz que sua opinião sobre o battle royale da Garena mudou quando ele conheceu pessoalmente figuras como Nobru e Cerol, que se consagraram no FF. E mandou a real: "A Riot não ajuda tanto [os influenciadores] quanto a Garena". Confira:

Relembrando seu início da trajetória, Baiano conta como sua família reagiu quando ele decidiu que seu futuro estava nos games - isso lá no início dos anos 2010, quando o cenário de eSport ainda não movia milhões de reais no Brasil, como atualmente. Ele também conta como a criação do seu próprio campeonato, o CBOLÃO, foi a "virada de chave" na sua carreira:

Por fim, o influenciador também discutiu tópicos difíceis, como a punição que recebeu, muitos anos atrás, por prestar um "elo job" (ser contratado para elevar o ranqueamento da conta de outro jogador); o tumor no intestino que quase alterou sua carreira; e a recente polêmica envolvendo seu amigo Hastad, que perdeu diversos contratos por fazer um comentário racista em uma live, em junho. Veja o vídeo:

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol