PUBLICIDADE

Topo

Diablo II Ressurected: Blizzard explica escolha por remaster e não remake

Diablo II Ressurected - Divulgação/Blizzard
Diablo II Ressurected Imagem: Divulgação/Blizzard

Bruno Izidro

Do START, em São Paulo

22/02/2021 10h00

Uma versão remasterizada do clássico RPG de ação Diablo II foi oficialmente anunciada durante a Blizzconline 2021, na última sexta-feira (19), com lançamento para PC e consoles ainda em 2021.

Após a apresentação, o START conversou com duas das pessoas responsáveis em ressuscitar o jogo, o produtor Mattew Cederquist e o game designer Andre Abrahamian, que explicaram o motivo de Diablo II voltar apenas como um remaster e não um remake completo.

A Blizzard está chamando Diablo II Ressurected de "a remasterização definitiva" ao reunir o jogo principal e a expansão Lord of Destruction. As melhorias incluem visual repaginado e resolução 4K, mas mantendo intacta toda a jogabilidade do original.

Dada a importância do game, que definiu o gênero de RPG de ação, e o quanto ele é amado pelos fãs, não faria mais sentido refazer Diablo II por completo? Afinal, recentemente vimos o quanto o remake de outro RPG bem adorado deu certo com Final Fantasy VII.

O produtor Mattew Cederquist, porém, justifica o remaster ao dizer que o objetivo sempre foi deixar a alma do jogo lançado nos anos 2000 intacta.

Há outras oportunidades (para a série) em Diablo Immortal e Diablo IV de evoluir a fórmula, mas aqui (com Ressurected) é sobre permanecer com essa experiência autêntica. É muito importante pra nós permanecer com a mágica que faz Diablo II especial.

Diablo II Ressurected - Divulgação/Blizzard - Divulgação/Blizzard
Imagem: Divulgação/Blizzard

O produtor também acrescentou que eles estão seguindo a regra do "70 e 30", em que 70% do remaster é sobre se ater ao sentimento nostálgico e sem mudanças, enquanto os 30% restantes é onde eles tomam liberdades em adicionar coisas extras, como o recurso de progressão multiplataforma, em que será possível continuar no PlayStation 4 uma campanha iniciada no PC, por exemplo.

Novo jogo por cima do antigo

Diablo II Ressurected - Divulgação/Blizzard - Divulgação/Blizzard
Interface estão entre as melhorias da versão remasterizada
Imagem: Divulgação/Blizzard

Verdade seja dita, em muitos aspectos Ressurected se aproxima de um remake, principalmente no visual, já que todo o gráfico do jogo foi refeito em 3D, incluindo o modelo de personagens, itens e armas, além da adição de efeitos de iluminação nos cenários.

O mais interessante é a possibilidade de mudar entre a nova versão e a original apenas com um botão, parecido com o que já vimos no, vejam só vocês, remake de Halo Anniversary.

O game designer Andre Abrahamian explicou que o time da Blizzard criou uma nova engine 3D para rodar por cima do Diablo II.

A nossa nova engine é uma engine 3D que está renderizando e rodando uma simulação do que o jogo original está fazendo. E isso nos permitiu fazer com o jogador fique só um botão de distância para experimentar o game antigo, porque a engine 3D dá lugar ao que está por baixo dela

Isso quer dizer que, quando jogarmos Ressurected, cada magia lançada por um mago ou golpe de machado feito por uma bárbara ainda vai ser o mesmo game de 20 anos atrás que vai executar, só que agora traduzido para um mundo 3D mais bonito. Aliás, a versão de Diablo II que vai rodar em Ressurected é a mais recente, da atualização 1.14d que está disponível na Battle.net.

Essa característica é o que também afasta Diablo II Ressurected de ser um remake, porque, segundo os desenvolvedores, nada foi acrescentado ao jogo em relação à mecânica ou conteúdo, fora algumas melhorias de interface e adaptar a jogabilidade para suporte ao controle na inédita versão de consoles.

Os caçadores dos códigos perdidos

Recriar o visual do jogo em 3D exigiu de Andre, Mattew e o resto da equipe da Blizzard um trabalho quase arqueológico de procurar o código de programação, documentos e recursos do Diablo II. Tesouros quase perdidos que, no final, serviram de guias para a versão remaster.

Eu lembro em ir em alguns galpões de armazenamentos que a Blizzard tem e vasculhar em caixotes e pastas antigas e finalmente achar algo de Diablo II, trazer ao escritório e a gente ficar super empolgado, colocando tudo no chão e achando documentos, artes e coisas de game design... E foi realmente legal só de mergulhar nisso tudo aguardado há 20 anos. Foi uma experiência realmente bem legal

Por esse valor de preservação histórica dos videogames que Diablo II Ressurected também se torna um lançamento importante, além de trazer de volta um clássico e poder apresentá-lo para um novo público.

A Blizzard parece também ter aprendido com os erros de Warcraft 3: Reforged no ano passado e afirmou que o lançamento do remaster não vai excluir a existência da versão original de Diablo II, que continuará disponível como um game separado.

Diablo II Ressurected

Diablo II Ressurected vai ser lançado em algum momento de 2021 para PC, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e Nintendo Switch.

Jogadores podem se inscrever no site do game para um teste alfa que vai acontecer somente no PC, mas também sem data confirmada.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol