PUBLICIDADE

Topo

CBLOL Academy: 5 motivos para acompanhar

O CBLoL Academy chega para integrar a campanha do CBLOL - Divulgação/FlamengoeSports
O CBLoL Academy chega para integrar a campanha do CBLOL Imagem: Divulgação/FlamengoeSports

Siouxsie Rigueiras

Colaboração para o START

08/02/2021 04h00

Com o novo sistema de franquia em vigor no Brasil, muitas coisas mudaram no campeonato mais querido dos fãs de League of Legends e o CBLOL Academy é uma das apostas da versão 2021 do torneio.

Agora, o Academy segue o mesmo formato do CBLOL, conta com uma equipe mais diversa, trás confrontos que ninguém imaginaria, oferece oportunidade para todos os novos talentos e, de quebra, insere mulheres no cenário competitivo com 10 anos do campeonato oficial da Riot Games.

Compre seu item inicial e se prepare, que o Start te dá 5 motivos para acompanhar as transmissões do Academy.


Nova equipe

CBLoL Academy - Reprodução/Riot Games - Reprodução/Riot Games
Torneio recebe Lahgolas e Fogueta como casters
Imagem: Reprodução/Riot Games

Uma das novidades é a nova equipe de casters do torneio. Agora, o torneio conta com uma dupla de mulheres pela primeira vez na história do competitivo brasileiro de LoL. A maranhense Lahgolas foi escolhida ao lado de Fogueta para comandar as transmissões do MOBA.

Ambas casters já faziam stream antes de fazerem parte do Academy e possuíam familiaridade com os jogos da Riot Games, incluindo o querido vavázinho.

Confrontos inimagináveis

Goku Flamengo LoL - Divulgação/Riot Games - Divulgação/Riot Games
Em 2019, Goku representou o Brasil no Mundial de League of Legends
Imagem: Divulgação/Riot Games

Com as novas regras do torneio, sendo o Academy um tipo de extensão do CBLOL, agora muitos confrontos que seriam inimagináveis podem rolar nas rotas de Summoner's Rift. Nomes conhecidos estão jogando o campeonato, tais como um dos principais expoentes da campanha do Mundial do Flamengo em 2019, Goku.

Além dele, outros nomes conhecidos do cenário, que já jogaram a elite do torneio, também estão competindo: Aslan, Erasus, Mills, Lynkez, Hidan, Zuao e mais.

Mulheres no competitivo

Harumi LoL Arte UOL - Arte/UOL - Arte/UOL
Contratada da RENSGA, Harumi foi a primeira mulher a jogar um campeonato oficial de LoL no Brasil
Imagem: Arte/UOL

Outro ponto importante do Academy é a participação de mulheres no campeonato. Oficialmente, Harumi foi a primeira mulher a jogar uma partida em torneios no Brasil no ano passado. Antes dela, apenas Mayumi e Cute eram os nomes conhecidos no cenário. Mayumi teve problemas na INTZ e não jogou partidas, enquanto Cute competiu em um torneio não oficial e sofreu rage da comunidade.

Ainda assim, agora as mulheres contam com maiores oportunidades de brilhar aqui no Brasil, sendo as pro players: Ari (Cruzeiro), Lawi (Cruzeiro), Yatsu (INTZ) e Liz (LOUD), além de Harumi (RENSGA).


Formato de CBLOL

CBLoL Academy - Reprodução/Riot Games - Reprodução/Riot Games
Pela primeira vez, formatos são idênticos
Imagem: Reprodução/Riot Games

Nem sempre o Circuito Desafiante andou lado a lado do CBLOL e com o Academy, tudo isso mudou. Agora, ambos torneios seguem o mesmo formato. Durante dois turnos, são séries melhor de um (MD1) com cinco partidas diárias (terça-feira e quarta-feira).

No fim da fase de pontos, são seis equipes que garantem vaga para os playoffs do campeonato. Claro que, das seis equipes, apenas os dois primeiros classificados que se enfrentam pelo título em uma série melhor de cinco (MD5). Com jogos no formato online por conta da pandemia do novo coronavírus, desta vez, não existe rebaixamento.


Oportunidade para todos

Liz LOUD - Reprodução/Instagram/LizLOUD - Reprodução/Instagram/LizLOUD
Liz é a única caçadora mulher do torneio, representando a LOUD
Imagem: Reprodução/Instagram/LizLOUD

Com o sistema de franquias, o rebaixamento é inexistente em ambos campeonatos. Agora, todas as equipes que jogam CBLOL, possuem uma outra equipe para serem representados no Academy. O melhor de tudo isso, é que jogadores que não estão com um bom desempenho no CBLOL, podem jogar o Academy após duas semanas de jogos.

Porém, isso também dá chance para os talentos do Academy, que, caso estejam competindo em alta performance, podem ser escalados para o CBLOL após uma semana de partidas. Agora sim, existem oportunidades para todos.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol