PUBLICIDADE

Topo

Free Fire: Brasil domina FFCS e garante as quatro vagas para fase final

Dos 12 times finalistas da FFCS 2020, 8 são brasileiros - Divulgação/Garena
Dos 12 times finalistas da FFCS 2020, 8 são brasileiros Imagem: Divulgação/Garena

Thaime Lopes

Colaboração para o START

23/11/2020 09h48

O Brasil dominou a fase "play-in" latino-americana da Free Fire Continental Series (FFCS), novo campeonato global de Frifas que chegou para substituir o Mundial 2020. No sábado (21), Flamengo B4, Santos, Cruzeiro e RED Canids Kalunga conquistaram as quatro vagas para as finais.

Dessa forma, os quatro BR se juntam a SS Esports, Vivo Keyd, Team Liquid, paiN Gaming, Ignis Esports, Arctic Gaming, Team Aze e Savage Esports nas finais, que acontecem no próximo fim de semana (28 de 29 de novembro), com transmissão ao vivo a partir das 14h nos canais oficiais da Garena.

Free Fire FFCS Classificação Play-In - Divulgação/Garena - Divulgação/Garena
Imagem: Divulgação/Garena

As brasileiras Black Dragons e Corinthians também estavam na disputa contra outras seis equipes da América Latina (God Esports, Naguara Team, God's Plan, TopHard, Malvinas Gaming e Wild Esports), mas não conseguiram pontos o suficiente para a próxima fase.

Os times que representaram o Brasil dominaram completamente os play-ins, garantindo quatro vitórias —duas foram do Cruzeiro, que terminou em primeiro lugar em pontuação (173) e número de kills (46).

Confira a seguir um resumo de como foi a semi-final da FFCS:

Primeira queda - Cruzeiro

O Cruzeiro abriu os trabalhos já vencendo a primeira queda, em Bermuda. Nessa partida, os brasileiros já haviam deixado claro que estavam prontos para a batalha: na safe final, só havia BR ainda vivo.


Segunda queda - Santos

Em Purgatório, ninguém conseguiu parar o Peixe, que realizou 12 eliminações na partida. Mesmo com os hermanos argentinos da Naguara tentando garantir uma boa colocação, os brasileiros novamente dominaram a disputa e, de novo, a safe final foi disputada por dois times canarinhos: BD e Santos, que levou a melhor.


Terceira queda - RED Canids Kalunga

A RED, que venceu a Gigantes Free Fire, não passou em branco na FFCS e garantiu seu booyah em Kalahari, aproveitando o high ground para abater os inimigos à distância.


Quarta queda - Cruzeiro

O ultimo booyah brasileiro foi novamente do Cruzeiro, com incríveis 18 abates, que deixaram o time disparado na primeira colocação.


Quinta queda - God Esports LATAM

Depois de bater na trave nas outras partidas, a God latino-americana (não confundam com a God brasileira!) chegou com tudo em Purgatório, garantindo a primeira vitória para os times do continente.


Sexta queda - Naguara Team

Nossos hermanos até tentaram garantir a última vaga para a final na sexta partida, mas não deu. Mesmo com 12 abates e desempenho no maior estilo "sangue nos olhos", eles finalizaram os play-ins em 6º lugar, a melhor colocação entre os times não-brasileiros.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol