PUBLICIDADE

Topo

Final do Mundial de LoL: o que você precisa saber sobre DAMWON x Suning

Estátua do Dragão do League of Legends marca presença no Estádio Padung, em Xangai, que recebe a final do Mundial de LoL 2020 - Divulgação/Riot Games
Estátua do Dragão do League of Legends marca presença no Estádio Padung, em Xangai, que recebe a final do Mundial de LoL 2020 Imagem: Divulgação/Riot Games

Gabriel Oliveira

Colaboração para o START

30/10/2020 08h01

A final do Mundial de League of Legends (LoL) entre a sul-coreana DAMWON Gaming e a chinesa Suning é neste sábado (31), a partir das 7 horas (horário de Brasília). O confronto opõe representantes dos dois principais cenários competitivos da modalidade.

A campeã mundial de 2020 sairá de uma série melhor de cinco partidas (md5), a ser disputada no estádio Pudong Football Stadium, em Xangai, na China, com presença reduzida de público, depois de uma competição inteira sem a participação de torcida, em razão da pandemia de covid-19.

O START mostra, nesta reportagem, tudo sobre o duelo, o primeiro embate decisivo entre equipes de Coreia do Sul e China em seis anos.

Finalistas do Mundial de LoL

DAMWON Gaming e Suning em coletiva antes da Final - Divulgação/Riot Games - Divulgação/Riot Games
DAMWON Gaming e Suning em entrevista coletiva antes da Final
Imagem: Divulgação/Riot Games

DAMWON e Suning alcançaram a final do Mundial de LoL de 2020 com propriedade, mas iniciaram o campeonato com expectativas diversas da comunidade.

Campeã da LCK, a liga sul-coreana de LoL, a DAMWON chegou a Xangai como uma das principais candidatas ao título. Já a Suning ficou no 3º lugar da LPL, a competição da China, e se classificou para o Mundial de LoL como a terceira representante chinesa após triunfar na Final Regional e, por isso, não era tão cotada para ser campeã.

DAMWON Gaming jogando Mundial LoL 2020 fase de grupos Dia 6 - David Lee/Riot Games - David Lee/Riot Games
Imagem: David Lee/Riot Games

A DAMWON passou pela fase de grupos como líder da chave B, com cinco vitórias e uma derrota. O tropeço ocorreu para a chinesa JD Gaming.

A Suning também liderou o seu grupo, o A, mas com quatro triunfos e dois revezes - um para a europeia G2 Esports e outro para a norte-americana Team Liquid.

Na fase eliminatória, a DAMWON derrotou a também sul-coreana DRX por 3 a 0 nas quartas de final e a G2 Esports por 3 a 1 na semifinal.

Suning Mundial LoL League of Legends 2020 - Divulgação/Riot Games - Divulgação/Riot Games
Imagem: Divulgação/Riot Games

Já a Suning começou a fase eliminatória superando a JD Gaming por 3 a 1 nas quartas de final e depois surpreendeu ao eliminar a Top Esports, campeã chinesa e candidata ao título, com uma vitória por 3 a 1 na semifinal.

Em partidas únicas, a DAMWON teve 11 vitórias e só duas derrotas neste Mundial de LoL. A Suning, por sua vez, ganhou dez e perdeu quatro.

A final, portanto, será estrelada por equipes com histórias bem distintas, mas igualmente impactantes: uma que confirmou o favoritismo e outra que contrariou os prognósticos e se mostrou poderosa.

Clássico asiático

Final do Mundial de LoL 2014 - Divulgação/Riot Games - Divulgação/Riot Games
Final do Mundial de LoL 2014: Samsung White e Star Horn Royal Club no palco
Imagem: Divulgação/Riot Games

Em nove edições anteriores do Mundial de LoL, times de Coreia do Sul e China se enfrentaram duas vezes em finais, em 2013 e 2014, com vitória sul-coreana em ambas. DAMWON e Suning irão protagonizar o terceiro embate deste clássico asiático.

Em 2013, no ginásio Staples Center, em Los Angeles, nos Estados Unidos, a SK Telecom T1 derrotou a Royal Club por 3 a 1. Em 2014, a Samsung White conquistou o título ao superar a Star Horn Royal Club por 3 a 1, em casa, no estádio Seul Stadium, em Seul, na Coreia do Sul.

Faz, portanto, seis anos que sul-coreanos e chineses se enfrentaram em uma final do Mundial de LoL pela última vez.

Domínio chinês à prova

A chinesa Invictus Gaming - Colin Young-Wolff/Riot Games, Inc. - Colin Young-Wolff/Riot Games, Inc.
A chinesa Invictus Gaming foi campeã mundial em 2018 ao derrotar os europeus da fnatic
Imagem: Colin Young-Wolff/Riot Games, Inc.

Ganhadora das duas temporadas passadas, a China terá o domínio colocado à prova em uma decisão em que precisará quebrar o tabu de derrotas em finais anteriores contra representantes da Coreia do Sul.

Depois de cinco edições com campeãs sul-coreanas (2013 a 2017), o Mundial de LoL passou a ser dominado pelos chineses.

Em 2018, no estádio Munhak Stadium, em Incheon, na Coreia do Sul, a Invictus Gaming superou a europeia fnatic por 3 a 0. No ano passado, na AccorHotels Arena, em Paris, na França, a FunPlus Phoenix derrotou a também europeia G2 Esports por 3 a 0.

Mundial LoL 2019  - Michal Konkol/Riot Games - Michal Konkol/Riot Games
FunPlus Phoenix reforçou o domínio chinês com o título de 2019
Imagem: Michal Konkol/Riot Games

Principal mercado para os eSports, principalmente por conta da população de 1,3 bilhão de habitantes e dos altos investimentos em tecnologia e jogos eletrônicos, a China se desenvolveu muito no LoL nos últimos anos.

A China possui a liga regional com mais participantes do mundo. São 17 equipes profissionais competindo na 1ª divisão, muitas delas de clubes milionários.

O que está em jogo

Mundial LoL 2020 Troféu Riot Games League of Legends - David Lee/Riot Games - David Lee/Riot Games
Imagem: David Lee/Riot Games

Além do tabu entre os dois países e do domínio chinês recente, estará em jogo uma premiação milionária, cujo valor a Riot Games, desenvolvedora do LoL e organizadora da competição, ainda não revelou.

O que se sabe é que a campeã receberá 25% da premiação total. É menos do que a divisão anterior, de 37,5%. Essa diminuição ocorreu neste ano, em razão da comercialização das skins (conjunto de personalizações de visual de itens e personagens dentro do LoL).

É que cada cyber-atleta da equipe campeã tem direito a escolher um personagem para receber uma nova skin. Jogadores e clube recebem 25% da receita obtida com a venda dessas skins. O dinheiro arrecadado com tal comercialização, segundo a Riot Games, cresceu muito nos últimos anos e se tornou uma garantia de renda para a vencedora da temporada, o que justificaria a alteração na distribuição dos prêmios.

Em 2019, o Mundial de LoL teve premiação inicial de US$ 2,225 milhões (equivalentes a cerca de R$ 11,125 milhões, na cotação atual), ainda sem a divisão da receita com itens personalizados das equipes e do campeonato.

Em 2018, já contando com essa verba extra, a premiação chegou a US$ 6,45 milhões (R$ 32,25 milhões, na conversão com câmbio atual).

Edição histórica

O Mundial de LoL de 2020 já estaria marcado na história por ser a 10ª edição, mas acabou se tornando ainda mais notável por conta da pandemia de covid-19.

Para realizar o evento mesmo em meio à disseminação da doença que já causou mais de 1,16 milhão de mortes no mundo, a Riot Games adotou o sistema de bolha e enfrentou uma logística operacional sem precedentes.

A empresa precisou garantir que jogadores de todas as equipes classificadas, de diferentes países, conseguissem viajar para a China. Isso incluía a obtenção de vistos e a resolução de problemas nos deslocamentos aéreos.

Em razão da pandemia, há países com diversas restrições sanitárias. Os dois times do Vietnã, por exemplo, não puderam viajar, e a competição passou a ter 22 participantes, em vez dos 24 inicialmente previstos.

Papara SuperMassive Worlds Mundial LoL 2020 - Reprodução/Instagram/Supermassive - Reprodução/Instagram/Supermassive
Da Turquia para a China: a Supermassive durante viagem para o Mundial
Imagem: Reprodução/Instagram/Supermassive

Conforme chegavam a Xangai, os jogadores e membros dos clubes tinham de ficar isolados individualmente em quartos de um hotel, em uma quarentena de 14 dias. Não há notícia de que algum cyber-atleta ou treinador tenha sido infectado no período do campeonato.

Os jogos das fases de entrada, de grupos e eliminatória ocorreram em um só local. Já a final será realizada no Pudong Football Stadium, com presença reduzida de torcedores. Haverá apenas 6.312 espectadores, de acordo com o site Dot Esports, sendo que o estádio tem capacidade para 33 mil pessoas.

Os ingressos não foram comercializados, como de costume, mas sim sorteados entre os chineses que se inscreveram para o evento.

Obras no Pudong Football Stadium em agosto de 2020 - VCG/VCG via Getty Images - VCG/VCG via Getty Images
Obras no Pudong Football Stadium em agosto de 2020
Imagem: VCG/VCG via Getty Images

Como assistir

Pela internet, a transmissão da final do Mundial de LoL terá início às 7 horas (horário de Brasília). Antes do confronto, o evento contará com a cerimônia de abertura, uma das atrações mais esperadas pelo público.

Depois será a hora do embate, em um confronto md5, que definirá o campeão mundial de League of Legends no ano mais desafiador do século.

Em Português, a transmissão ocorrerá por meio do YouTube e da Twitch.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol