PUBLICIDADE

Topo

O sucesso de Genshin Impact: streamer já jogou cem horas do game gratuito

As lives de Haru foram tomadas por Genshin Impact desde o lançamento do game - Reprodução/START
As lives de Haru foram tomadas por Genshin Impact desde o lançamento do game Imagem: Reprodução/START

Bruno Izidro

Do START, em São Paulo

21/10/2020 04h00Atualizada em 21/10/2020 18h52

Jogo Rápido

  • Jogo chinês foi lançado no fim de setembro e já lucrou US$ 100 milhões
  • Em duas semanas, streamer Haru jogou mais de cem horas do game
  • Comparações com Zelda: Breath of the Wild têm gerado discussões

Os últimos meses foram marcados por sucessos inesperados em videogames: Fall Guys, Among Us e, agora, Genshin Impact, um RPG gratuito lançado no fim de setembro para PS4, PC e mobile.

Aqui no Brasil, streamers como Judite e Picoca têm gastado horas em transmissões com o game, mas ninguém foi tão a fundo quanto Claudia Andriolo, a Haru, que não simplesmente jogou: ela VIVEU Genshin Impact, acumulando mais de cem horas de jogo em duas semanas. Foi com ela que o START conversou para entender mais esse fenômeno.

Genshin o quê?

Genshin Impact game chinês - Divulgação - Divulgação
Visual anime é uma das características marcantes do game
Imagem: Divulgação

Genshin Impact é um RPG com visual bem ao estilo anime em que controlamos um grupo de personagens em um mundo mágico de fantasia, onde elementos como água, fogo e vento têm papel importante tanto para a narrativa quanto para as mecânicas.

Já a jogabilidade é típica do gênero: exploração de cenário, combate em tempo real e missões para avançar a história.

O game foi desenvolvido pelo estúdio MiHoYo e já pode ser considerado o maior lançamento de um jogo chinês da história. Olha só os números que ele atingiu em menos de um mês de lançamento:

  • Faturou mais de US$ 100 milhões em duas semanas
  • Foi baixado mais de 23 milhões de vezes no Android/iOS
  • 20 milhões de jogadores pré-registrados antes mesmo do lançamento

Os dados são de Daniel Ahmad, o ZhugEx, analista da Niko Partners, empresa especializada no mercado de tecnologia asiático.

Genshin Impact combate - Divulgação/MiHoYo - Divulgação/MiHoYo
Cada personagem tem poderes de um elemento da natureza, como fogo, gelo e raio
Imagem: Divulgação/MiHoYo

Algo importante de se destacar: o jogo é gratuito. Então como ele faturou US$ 100 milhões? A resposta: porque Genshin Impact é um gacha.

Costume japonês

Máquina Gacha - SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty Images - SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Máquinas de Gacha em Tóquio, no Japão
Imagem: SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Gacha vem de gachapon, que são máquinas muito populares no Japão. Você coloca um valor em dinheiro e recebe de volta um brinquedo ou item definido aleatoriamente.

Haru morou por um período no Japão e comprovou de perto a popularidade dessas máquinas por lá.

Haru Streamer - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

No Japão essas máquinas são muito comuns, e as pessoas estão acostumadas com esse sistema no dia-a-dia para experimentar um lanche novo, comprar um brinquedo de sua franquia favorita, itens colecionáveis e miniaturas

A filosofia do gacha encontrou um terreno fértil em games mobile free-to-play e alguns até fizeram relativo sucesso no Brasil, como Saint Seiya Awakening (baseada em Cavaleiros do Zodíacos) e The King of Fighters ALLSTAR.

No contexto de Genshin Impact, a mecânica de gacha significa que os jogadores vão gastar moedas virtuais (ou dinheiro real) para girar uma "roleta virtual", chamada de oração no game, em busca de novos personagens mais fortes e armas mais poderosas. Tudo baseado na "sorte".

Haru Streamer - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Gacha é muito diferente de pay-to-win. Gastar dinheiro com gachas não significa que você vá ganhar nada mais especial do que quem não gastou um real. Já vi muita gente ganhando personagens raríssimos na primeira girada sem gastar nada

A microtransação no game é confusa, talvez até de propósito. Mas, de forma bem resumida, a forma de o jogo gerar lucro para a produtora é vendendo "cristais gênesis" por dinheiro real.

Na versão de PS4, por exemplo, conjuntos de cristais variam de R$ 5 até pouco mais de R$ 500. Esses cristais são usados para comprar uma outra moeda virtual que, aí sim, é usada para o gacha e conseguir novos personagens.

game Genshin Impact loja interna - Reprodução/START - Reprodução/START
Loja do jogo com preços em reais
Imagem: Reprodução/START

Até é possível usar o gacha sem gastar dinheiro nenhum, o que exige muito tempo realizando atividades e missões, mas a forma mais rápida, obviamente, é pagando.

Haru Streamer - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Quando você gira e gira e não consegue os personagens ou itens que quer, realmente dá vontade de gastar. Por enquanto gastei apenas R$ 75. Ainda é um preço razoável pelos momentos legais que passei no jogo e o quanto me diverti, mas tenho amigos que já gastaram mais de R$ 800 nele.

Jogos grátis, mesmo no estilo gachas, são lançados com bastante frequência. Então, o que faz de Genshin Impact assim tão especial e viciante para Haru ficar presa mais de cem horas, com amigos gastando mais de R$ 800?

Marketing pesado

Diferente de Fall Guys ou Amung Us, o sucesso de Genshin Impact não chega a ser tão inesperado assim.

O game teve um investimento pesado em marketing e publicidade no mercado asiático. Pouco antes do lançamento, por exemplo, foi lançado um mangá online que serve de prequela para a história do game.

Haru Streamer - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Eu costumo acompanhar sempre os lançamentos de mangás/manhwas, animes e games na Ásia, então já estava de olho nesse jogo antes mesmo de sair. No final, ele me surpreendeu positivamente em muitos aspectos!

Há também o investimento em outros países, inclusive no Brasil. Genshin Impact está localizado com legendas e menu todos em português. É possível realizar as microtransações também em Reais, tanto no PS4, quanto no PC e no mobile.

Além disso, todo o site oficial do jogo está em nossa língua, inclusive com o mangá traduzido oficialmente.

Genshin Impact Espadas - Reprodução/START - Reprodução/START
O game também apela bastante para o público otaku
Imagem: Reprodução/START

É estimado que a produtora tenha gastado US$ 100 milhões no desenvolvimento e marketing de Genshin Impact no mundo —o mesmo valor que a empresa faturou em apenas duas semanas.

A versão grátis de um dos melhores jogos de todos os tempos

Genshin Impact mundo - Reprodução/START - Reprodução/START
O mundo do jogo é bastante convidativo para explorar
Imagem: Reprodução/START

Apesar do empurrão com marketing, o jogo tem seus próprios méritos para justificar a fama, e Genshin Impact bebe de algumas fontes para compor a experiência que entrega.

RPGs japoneses famosos, como Dragon Quest e Final Fantasy, são uma das principais referências.

Também é difícil chegar pela primeira vez em Mondstadt, a primeira cidade do game, e não sentir que há nela um pouco de Prontera, do MMORPG Ragnarok, famoso nos anos 2000.

Porém, o que fica mais evidente é mesmo a inspiração em Zelda: Breath of the Wild, principalmente na sensação de explorar um mundo convidativo, que sempre pode te surpreender com algo: seja uma pequena recompensa, um chefe adicional ou simplesmente uma vista estonteante.

As semelhanças são tantas que até surgiram controvérsias e acusações de Genshin ser uma cópia do último Zelda.

Ainda assim, o fato de o jogo conseguir passar a mesma sensação de jogar Breath of the Wild, por si só, já um feito admirável. E uma das razões também por Haru passar mais tantas horas presa no jogo.

Haru Streamer - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Ele une os elementos mais queridos dos games em um só, não tem como não gostar. Como se fosse um Zelda com combos e sistema de armas de Code Vein, com refinamento de equipamentos de Elder Scrolls, com uma história legal baseada em mangá e personagens carismáticos, além da dinâmica de elementos parecida com Pokémon.

Genshin Impact também é bem trabalhado em aspectos que só vemos em grandes lançamentos de games premium, ou seja, pagos: uma história bem desenvolvida, um sistema interessante de combate baseado em elementos e uma qualidade visual bem acima da média.

No geral, o que surpreende em Genshin Impact é ele querer ser um jogo, um bastante competente aliás, e não apenas uma fórmula cheia de armadilhas para gastar dinheiro real, até porque o sistema de gacha dele não é nem um pouco abusivo se comparado a outros games do tipo

Haru Streamer - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Para mim é um jogo muito especial, porque é o primeiro jogo no formato Gacha que não parece um Gacha e que é realmente interessante, com itens que você realmente torce para pegar.

E é bom lembrar: Genshin Impact faz tudo isso sendo um game grátis.

O impacto de Genshin

Genshin Impact stream Haru - Reprodução/START - Reprodução/START
Haru em uma das suas várias lives jogando Genshin Impact nas últimas semanas
Imagem: Reprodução/START

Um game chinês de alta qualidade, essencialmente single-player (mas com elementos online co-op) e grátis que está fazendo esse sucesso todo. Genshin Impact está quebrando alguns paradigmas.

Haru Streamer - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Recentemente saiu na Forbes uma matéria que dizia que Genshin Impact foi minuciosamente desenhado para revolucionar a indústria de games, e acredito que essa seja uma superverdade.

A indústria de games, tão acostumada a esperar as grandes produções japonesas vinda da Ásia, pode agora se voltar para os games chineses.

O modelo de negócios grátis com qualidade AAA também vai ser muito bem-vindo pelos jogadores. Ainda mais com a nova geração chegando com jogos mais caros, acima de R$ 300.

Haru Streamer - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Eu adoro a história do mangá, a do jogo, os personagens, descobrir novas missões, fazer as dungeons em co-op com os subs da stream e descobrir o que as outras pessoas conseguiram no Gacha.

Genshin Impact também segue o modelo de "Jogos como Serviço", igual Fortnite e Destiny, que sempre recebem atualizações e novos conteúdos.

Por isso, mesmo com pouco tempo depois do lançamento, a produtora MiHoYo já tem programada muitas novidades que devem chegar até o fim de 2020, incluindo uma nova região e mais personagens.

Genshin Impact

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol