PUBLICIDADE

Topo

Among Us: como game demorou dois anos para ser um sucesso entre streamers?

Among Us é nova febre entre os streamers - Divulgação/Innersloth
Among Us é nova febre entre os streamers Imagem: Divulgação/Innersloth

Thaime Lopes

Colaboração para o START

05/10/2020 04h00

Among Us é um despretensioso jogo lançado em 2018, mas que só encontrou o sucesso agora, em 2020, quando tomou de assalto streams na Twitch e sendo jogado por famosos, como Neymar.

O crescimento de Among Us pegou de surpresa até seus criadores, que já planejavam uma sequência. Como isso aconteceu?

Quem é o Impostor?

De cara, Among Us tem um visual bem simples e não parece digno de atenção.

No jogo, até dez astronautas estão em uma nave espacial, só que há um impostor entre vocês, que tem a missão de matar os outros sem ser pego.

A graça está, justamente, nas discussões acaloradas que surgem para saber quem é o impostor, já que qualquer um pode pedir uma "reunião de emergência" com todos, quando se descobre um corpo, por exemplo.

Jogo Among Us - Divulgação/Innersloth - Divulgação/Innersloth
Existe um impostor entre nós
Imagem: Divulgação/Innersloth

Também não é preciso ter habilidade nenhuma e nem gastar, já que ele é gratuito para iOS e Android. Mesmo no PC, onde ele é vendido pelo Steam, o jogo custa R$ 10.

Um pequeno passo para o astronauta

Among Us - Divulgação/Innersloth - Divulgação/Innersloth
Imagem: Divulgação/Innersloth

Quando Among Us chegou, eram cerca de 300 jogadores diários na Steam. Em 2018, o maior pico de pessoas conectadas simultaneamente foi de um pouco mais de 1800, segundo os desenvolvedores.

Foram adicionadas skins, pets e mapas para gerar interesse, mas nada adiantou. Em janeiro de 2020, os criadores decidiram, então, pararem as atualizações e pensarem numa sequência.

Marcus Bromander, artista e designer do jogo, disse ao site Kotaku que a equipe é "péssima em marketing". Até coreanos e brasileiros descobrirem Among Us.

No Twitter, a equipe do game frequentemente credita a Coréia do Sul e o Brasil como os dois mercados que ajudaram o jogo a explodir.

Mas quem ajudou a popularizar ainda mais o jogo foi Chance "Sodapoppin" Morris, streamer americano.

Streamer sodapoppin among us - Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Streamer Sodapoppin foi um dos popularizou o game
Imagem: Reprodução/YouTube

Sodapoppin começou a influenciar seus seguidores de World of Warcraft a conhecerem o mundo dos astronautas coloridos e Among Us começou a ganhar força.

No início de setembro, o jogo atingiu o primeiro grande pico: 20 milhões de jogadores simultâneos.

Setembro: o mês do sucesso

A equipe de Among Us foi pega de surpresa pelo estouro do jogo. Querendo aproveitar o momento, anunciaram uma sequência.

A quantidade de streamers transmitindo o jogo não parava de aumentar, bem como os espectadores e jogadores.

Among Us game - Divulgação/Innersloth - Divulgação/Innersloth
Imagem: Divulgação/Innersloth

Nomes populares como o americano Tyler "Ninja" Blevins e o brasileiro Alexandre Gaules começaram a transmitir o jogo e ganhar cada vez mais seguidores.

O Ninja, por exemplo, ganhou 355 mil novos followers no último mês enquanto jogava Among Us.

Com os streamers já a bordo da nave, não demorou para o número de jogadores refletir o sucesso. Ao longo de setembro, o crescimento foi extremo: dia 21, 60 milhões de players brincaram de impostores.

Uma semana depois, Among Us bateu um recorde: quase 731 mil pessoas assistiram transmissões do jogo na Twitch.

Continuação cancelada

Os desenvolvedores do jogo perceberam que o sucesso estava na versão atual do jogo, e não em uma possível sequência que pudesse não interessar os jogadores.

Por isso, quando o recorde na Twitch foi batido, eles anunciaram: Among Us 2 estava cancelado.

Em um post no blog do game, foi explicado que, em vez de gastar tempo criando um jogo do zero, seria melhor trazer o conteúdo planejado para a versão atual, a deixando melhor e mais atraente aos jogadores já fidelizados.

Servidores, modo para daltônicos e um novo mapa inspirado em Henry Stickmin foram anunciados.

Dias depois do anúncio, Among Us ultrapassava a marca de 100 milhões de downloads.

A força mobile

No Steam, Among Us custa R$ 10. Para iOS e Android, ele é gratuito. Por isso, não é surpresa que a maior base dos fãs esteja nos celulares: segundo o Sensor Tower, em setembro o jogo ultrapassou a marca de 42 milhões de downloads em 30 dias.

Among Us Game reunião impostor - Reprodução - Reprodução
Uma típica reunião em Among Us para saber quem é o impostor
Imagem: Reprodução

Esse número elevou o total de vezes que o jogo foi baixado na versão mobile para 86 milhões. Ainda segundo o Sensor Tower, os downloads entre agosto e setembro representam 70% do número total desde o lançamento do jogo em 2018.

Gráfico Among Us sucesso - Divulgação/SensorTower - Divulgação/SensorTower
O sucesso de Among Us em Setembro
Imagem: Divulgação/SensorTower

Se antes Coréia e Brasil eram os responsáveis pelo sucesso, agora os norte-americanos e brasileiros lideram os fãs de Among Us.

Mais de 20 milhões de downloads vieram dos Estados Unidos, enquanto os BRs baixaram o jogo mais de 16 milhões de vezes.

Memes Impostores

A gente sabe quando qualquer coisa faz sucesso no Brasil pela quantidade de memes que criam a respeito daquele assunto. Com Among Us não tem sido diferente.

O Twitter e grupos de WhatsApp tem sido tomados por vídeos, montagens e muita zoação.

A galera aprendeu a mentir bem

Amizades estão acabando

As provas são inegáveis

Até o Neymar entrou na onda

Eu também fico na bad quando me matam, gente

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol