PUBLICIDADE

Topo

PES 2021 é uma atualização paga que deveria ser gratuita

PES 2021 não é um jogo novo, mas uma atualização que muda pouca coisa em relação ao PES 2020 - Divulgação/Konami
PES 2021 não é um jogo novo, mas uma atualização que muda pouca coisa em relação ao PES 2020
Imagem: Divulgação/Konami

Daniel Esdras

Do GameHall

27/09/2020 04h00

Já estamos cansados de saber que as novidades de um novo FIFA ou Pro Evolution Soccer (PES) geralmente são discretas. Como temos um novo jogo dessas franquias a cada ano, o tempo de desenvolvimento é mais curto que em franquias não-anuais, então as evoluções gráficas e de gameplay são mínimas. Em ano de "nova geração" de consoles, a Konami queria mudar essa história.

A produtora pretendia refazer de forma completa o PES, trocando inclusive a engine, para chegar na nova geração com algo totalmente novo. No entanto, não dava tempo de fazer isso para 2020, então o eFootball PES 2021 Season Update, como diz o próprio nome, funciona mais como uma atualização de conteúdo para a versão de 2020.

O problema é que esse não é um conteúdo gratuito e nem barato. O jogo pode ser encontrado atualmente por R$ 179,90 na PSN e Xbox Live, enquanto no Steam sai por R$ 99,90. Embora seja um valor inferior a um lançamento completo, ainda assim é um preço para lá de salgado pelo conteúdo mínimo adicionado e até algumas ausências, como você verá a seguir.

Já vi isso antes

PES 2021 menu - Daniel Esdras/GameHall - Daniel Esdras/GameHall
eFootball PES 2021
Imagem: Daniel Esdras/GameHall

Se você jogou PES 2020, vai encontrar poucas mudanças aqui, além de notar ausências por conta da disputa anual por licenças oficiais entre a Konami e a EA.

O chocante é notar que nem mesmo os menus, uma das grandes críticas do ano passado, foram alterados, assim como grande parte da trilha sonora. Fica o sentimento de que você está pagando novamente pelo mesmo jogo, o que vai irritar alguns veteranos.

PES 2021 campo - Daniel Esdras/GameHall - Daniel Esdras/GameHall
eFootball PES 2021
Imagem: Daniel Esdras/GameHall

Nas baixas das licenças, quem gosta da Liga Italiana vai sentir falta do Milan e da Inter, que não estarão no PES 2021, bem como o estádio San Siro, que também deu adeus. Como a atualização mais completa de elenco só será feita no final de outubro, boa parte dos times europeus também já começam bem desatualizados por conta da abertura da janela de transferências.

A grande novidade dentro dos modos de jogo é a presença da UEFA Euro 2020. Na vida real, o evento foi adiado para o ano que vem por conta da pandemia de Covid-19, mas no PES 2021 já conta com um bom conteúdo que deve ser atualizado novamente quando a bola rolar de verdade daqui a alguns meses. São 55 seleções europeias e o próprio estádio Wembley para os jogadores se divertirem no modo torneio.

MyClub fervendo

Na jogabilidade temos poucas novidades também. Alguns ajustes deixaram o que já havia melhorado no ano passado ainda mais refinado. Passes parecem mais precisos, alguns problemas com chutes foram corrigidos e a velocidade do jogo parece um pouco maior, mas sem comprometer a cadência das partidas. Com isso, a máxima de pegar o controle e já conseguir se divertir de forma mais descompromissada que em FIFA continua valendo.

Sem mudanças significativas na jogabilidade, o multiplayer então exige bem menos tempo de adaptação e o MyClub já começa fervendo. Para montar o seu time do zero este ano, é possível comprar versões do PES temáticas de alguns clubes: Juventus, FC Barcelona, Manchester United, FC Bayern e Arsenal FC. Esses "pacotes" garantem itens e uniformes especiais para quem vai correr atrás das melhores cartinhas durante a temporada.

Se você prefere o conforto de jogar sozinho, o modo Carreira continua praticamente igual ao do ano passado. E igual mesmo, com menus e músicas exatamente iguais. A diferença é a adição de mais alguns rostos para serem escolhidos como técnicos: Frank Lampard, Ryan Giggs e Pep Guardiola completam o plantel que já contava com vários ídolos, inclusive brasileiros, como Romário e Roberto Carlos.

Brasil continua em alta

PES Fluminense - Daniel Esdras/GameHall - Daniel Esdras/GameHall
eFootball PES 2021
Imagem: Daniel Esdras/GameHall

Para quem gosta do Brasileirão, PES é o detentor da licença oficial há algum tempo. Com exceção do Palmeiras, que aqui chega como São Paulo Barra Funda V, todos os times das séries A e B estão presentes, com elencos até bem atualizados e seus uniformes em dia. Como o futebol brasileiro muda os jogadores a todo o momento, utilizar o editor para corrigir alguns elencos vai ser preciso para ficar 100% atualizado.

Além do campeonato brasileiro, o PES também conta com a narração de Milton Leite e comentários de Mauro Beting. Nesse ponto a situação continua a mesma de 2020, precisando de melhorias. São poucas as linhas gravadas, que acabam ficando repetitivas e em algumas situações sem nenhuma ligação com o que rolou na telinha. Para a versão refeita do ano que vem, fica a expectativa de um trabalho mais refinado e com um volume maior de falas.

PES 2021: Estádios

Para quem é indicado?

PES 2021 Beckham - Daniel Esdras/GameHall - Daniel Esdras/GameHall
eFootball PES 2021
Imagem: Daniel Esdras/GameHall

Como há pouquíssimas adições no jogo e, tirando a Euro 2020, nenhuma mudança foi significava, fica difícil defender o preço praticado para PES 2021. Seria muito mais digno se a Konami fizesse do eFootball PES 2021 um update gratuito para quem tem o PES 2020.

Se você já conta com o título do ano passado e não faz questão da temporada do My Club, a dica é realmente ficar no jogo que você tem e abusar dos Option Files e o próprio Modo Editor para atualizar os elencos por conta própria e economizar essa grana para outros jogos. Agora, para quem pulou a versão do ano passado ou é novato na franquia, a opção acaba saindo mais barata do que o convencional e é bem mais acessível que o FIFA 21, tornando-se uma boa indicação.

De qualquer forma, fica a expectativa para as mudanças radicais prometidas para o ano que vem e o salto que poderemos ver com os consoles da nova geração já mais estabelecidos. Que o PES consiga se manter divertido e relevante.

Lançamento: 15/09/2020
Plataforma: PC, PS4, Xbox One
Preço sugerido: R$ 99,90 (PC), R$ 179,90 (consoles)
Classificação indicativa: Livre
Desenvolvimento: Konami
Publicação: Konami

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol