PUBLICIDADE

Topo

MIBR: comunidade reage com surpresa às saídas de TACO, fer e Fallen do time

Pro-players e técnico da equipe são dispensados em meio a crise na MIBR, FalleN, kNg e trk continuam - Divulgação/Betway
Pro-players e técnico da equipe são dispensados em meio a crise na MIBR, FalleN, kNg e trk continuam Imagem: Divulgação/Betway

Do START, em São Paulo

14/09/2020 16h30

A MIBR anunciou no último domingo (13) a dispensa de Fer, TACO e dead da sua equipe de Counter-Strike: Global Offensive. Além dos jogadores, o manager Ricardo Sinigaglia também saiu da organização, que se encontra em uma crise de identidade no cenário em meio a resultados ruins e polêmica do "bug do coach".

Após a ida para o bootcamp na Europa para se preparar para outros campeonatos, a MIBR não teve o sucesso que queria em nenhum dos quais participou.

A organização destacou em anúncio, que passará por mudanças na equipe nas próximas semanas.

Nós estamos vivendo um momento onde é importante para o MIBR e seus fãs fazermos mudanças na equipe e isso acontecerá nas próximas semanas. Hoje dizemos adeus ao TACO, Fer e Ricardo da nossa equipe atual. Os outros jogadores irão se preparar para os próximos eventos, como BLAST e Flashpoint 2.

Obrigado ao TACO, Fer e Ricardo pelo seu tempo representando o MIBR

Fernando "fer" Alvarenga, que estava na organização desde a nova contratação do elenco da SK Gaming em 2018, se posicionou sobre o assunto:

Quero agradecer à todas as mensagens e agradecer aos meus ex companheiros de time por tudo. No momento não posso falar muito sobre, mas em breve, após resolver toda a situação que tenho pendente com a organização, me pronunciarei sobre tudo.


Aos meus fãs, mais uma vez, meu muito obrigado.

Epitácio "TACO" de Melo, que passou pela SK e pela Liquid antes mesmo de chegar à MIBR em 2018, também falou sobre a decisão:

Foi uma decisão tomada exclusivamente pela organização, fico triste de abandonar meus teammates FalleN, fer, kNg, trk e dead - principalmente na atual situação, mas ansioso pra ver o que o futuro reserva!

Dead, ex-manager e coach, suspenso após o escândalo que puniu e retirou a MIBR do Major do Rio, reagiu em sua conta no Twitter:

Um dos últimos jogadores a compor a equipe, Vito 'kng' Giuseppe, criticou as mudanças, apontando que a mudança partiu da organização.

Alencar 'trk' Rossato, também um dos jogadores restantes na lineup, demonstrou de modo simples e direto o que sentia diante da ação da MIBR:

Enquanto isso, os olhos e os olofotes da comunidade de Counter-Strike estava mirando no posicionamento de uma pessoa em questão, aquele que poderia, talvez, esclarecer o que havia ocorrido.

A voz do Verdadeiro

FalleN MiBR  - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
FalleN foi líder dos dois títulos mundiais do Brasil
Imagem: Reprodução/Twitter

Logo após as saídas e as movimentações contrárias dos jogadores kng e trk, Gabriel "FalleN" Toledo, o capitão da equipe, se posicionou anunciando estar descontente com as saídas dos ex-companheiros e revelou ter pedido para não ser escalado em partidas futuras.

Enquanto isso, FalleN cumprirá integralmente com as obrigações contratuais que têm com o MIBR. Confira abaixo, a carta completa de FalleN:

Há pouco mais de dois anos, apresentamos em SP a nova line-up do MIBR, formada para dar continuidade a história do grupo que um dia se formou como LG/SK.

Entre altos e baixos, erros e acertos, os resultados alcançados não foram os desejados por mim, pelo atual grupo ou outros jogadores que integraram nosso time durante este período.
Como um time lutamos, persistimos, nos dedicamos. Por vezes faltou pouco e em outras faltou muito; juntos tentamos conquistar glórias.

Neste momento, mais do que nunca, preciso ser fiel aos meus valores e coração para encerrar este capítulo dessa linda história e, em respeito aos torcedores que nunca nos deixaram. Entramos como um time e assim devemos sair, pois seguimos dia após dia lado a lado, motivados pela verdadeira paixão por jogar. A cada manhã, acordamos imbuídos da missão de nos superar e buscar sermos melhores.

Toda a minha carreira e relação com a torcida foi pautada pela transparência absoluta dos meus atos. Não seria nesta hora que faltaria com ela.

Estou insatisfeito com a decisão que foi tomada. As últimas semanas foram desafiadores e difíceis, por isso solicitei para não fazer parte mais do time titular enquanto penso nos próximos passos. Esse tempo será necessário para reencontrar minha essência e retornar a paz que preciso para decidir o melhor caminho a seguir, enquanto cumpro outros compromissos contratuais com o MIBR.

Estou certo apenas de que não é aqui que o jogo acaba.

Tenho a convicção de que tudo que aprendi durante este tempo, tudo que acredito, me fez forte para aceitar os novos desafios impostos por este momento, por mais difícil que possa parecer. No esport, assim como na vida, não há garantias, apenas desafios. E só nos entregando a eles que descobrimos o quão longe podemos chegar.

Deixo aqui meu imenso agradecimento ao MIBR por ter acreditado em nosso time, pelas oportunidades e investimentos realizados. Aos companheiros de time e outros jogadores que por ele passaram, meu respeito e agradecimento pelos dias de aprendizado que tivemos juntos. E, com muito orgulho, também agradeço a torcida brasileira, que construiu conosco esta história. É o carinho do torcedor que me inspira e faz acreditar que o melhor está por vir.

Com os braços abertos eu aguardo os próximos capítulos,
Até o próximo jogo!

Comunidade desesperançosa

Fer jogando pela MiBR - Divulgação/BLAST - Divulgação/BLAST
Imagem: Divulgação/BLAST

Ainda assim, o Twitter foi tomado por uma enxurrada de memes, reações da comunidade que também criticou a medida drástica da organização; Veja:

Até mesmo o rapper e bodybuilder, Leo Stronda, demonstrou ser fã de CS:GO e estar chateado com a saída dos pro-player:

Gustavo "gushoowtime" Gonçalves, pro-player de CS:GO pela Imperial eSports, explicou como era o trabalho dos jogadores:

O narrador e comentarista de eSports, Bernardo "BiDa" Moura, levantou a questão do fim de uma das maiores duplas do CS:GO, Fer e FalleN:

Como dito por BiDa, a dupla teve um grande e memorável histórico:

Sob a ótica de quem registrava os altos e baixos da MIBR durante torneios, o fotógrafo João Ferreira compartilhou alguns de seus melhores cliques:

Talvez a reação mais triste - e dolorida - que passou pela timeline do Twitter na tarde de domingo:

O editor de vídeos Rodolfo Mendes, que já editou para alguns dos pro-players, colocou lado a lado os troféis conquistados por fer e TACO juntos:

Os próximos compromissos da MIBR são o IEM New York 2020 e a BLAST Premier Fall Series 2020, ambos em outubro.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol