PUBLICIDADE

Topo

FIFA 21: Lendas trazem Cantona e craques do 7 a 1, mas nenhum brasileiro

FIFA21 FUT Xavi Hernández - Divulgação/EA
FIFA21 FUT Xavi Hernández Imagem: Divulgação/EA

Tiago Alcantara

Colaboração para o START

23/08/2020 04h00

Na última semana a EA anunciou uma porção de novidades para "FIFA 21", como melhorias profundas na jogabilidade e mudanças no modo carreira. No pacotão de reforços apresentado para a próxima edição do simulador de futebol estava a revelação dos 11 jogadores lendários que passam a fazer parte do modo FUT.

Surpreendentemente, a lista de craques de todos os tempos de "FIFA 21" não traz nenhum brasileiro. Sim, quem pedia por Zico, Rivellino, Romário e outros não foi atendido dessa vez.

O time de ícones de 2020 é liderado pelo francês Eric Cantona, que até mesmo participou dos vídeos de anúncios do game.


Além de ser um dos recursos mais populares do modo FUT, o sistema de ícones tem um marco importante para comemorar. Em "FIFA 21", o elenco de jogadores lendários de FUT chega ao número 100 - o maior oferta de craques já disponível na franquia. Os nomes mais atuais vão de lendas do passado, como o húngaro Ferenc Puskás até atletas que se aposentaram recentemente, como o goleiro Petr Cech e o meia Xavi Hernández.

O rei de "FIFA 21": Eric Cantona

Eric Cantona - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Sem sombra de dúvida, um dos atacantes mais talentosos que já passaram pelo Manchester United. Cantona venceu quatro vezes a Premier League e mais duas copas da Inglaterra. Além dos mais de 130 gols na carreira, o craque também ficou conhecido por suas declarações polêmicas e algumas confusões. Talvez a participação no game seja uma chance de Cantona - "o rei" como era chamado pela torcida - seja mais reconhecido pelo talento em campo do que pelas polêmicas fora dele.



Uma lenda do passado: Puskás

Puskás - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


É de se imaginar que que dá nome ao prêmio de gol mais bonito do ano da FIFA não seria um perna de pau. No entanto, nem todos os fãs mais novos de futebol têm a noção do quão gigante foi Ferenc Puskás. O atacante levantou três taças europeias pelo Real Madrid, carregou a seleção da Hungria até uma final de Copa do Mundo e marcou 84 gols em 85 partidas pelo time nacional. Não é para qualquer um.

O capitão do 7 a 1: Lahm

Lahm - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Com uma carreira de mais de duas décadas jogando em alto nível, Philipp Lahm é um uma ótima adição ao time de lendas do game. Principalmente, levando em consideração a versatilidade do alemão, que pode jogar de zagueiro, lateral ou mesmo como um volante. Vale lembrar que o ex-jogador do Bayern de Munique foi o capitão que levantou o caneco na Copa do Mundo de 2014 - aquela que nós brasileiros não gostamos de lembrar. Lahm ainda tem uma Champions League no currículo.


E agora, Obina? Eto'o é ícone

FIFA21 FUT Samuel Etoo - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


O camaronês Samuel Eto'o se consagrou por seu faro de gol e fez parte de equipes lendárias, como o Barcelona, Chelsea e Inter de Milão. Sua chegada ao time de lendas do simulador de futebol deve acabar também com uma dúvida histórica entre os fãs de futebol: quem era melhor, ele ou o brasileiro Obina. Deixando as brincadeiras de lado, o reconhecimento é mais do que merecido para o craque que se aposentou no ano passado.

Com capacete e tudo: Cech

Cech - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Um dos melhores goleiros das últimas décadas, Petr Cech ganhou quatro Premier League, quatro copas da Inglaterra e uma Champions League. E foi escolhido como o goleiro da "classe de 21" da nova edição do simulador de futebol da EA. Além do famoso capacete, Cech sempre chamou a atenção por sua liderança em campo e algumas defesas inacreditáveis em sua passagem de mais de 300 jogos pelo Chelsea. Leve em consideração que estamos falando do arqueiro que passou mais tempo sem tomar um gol na história da Premier League.


Demorou, mas chegou: Ashley Cole

Ashley Cole - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Um dos laterais que certamente fez parte do time de "FIFA" e "PES" de muito jogador por ai, Ashley Cole virou um ícone do simulador da EA. Além de equilibrar habilidades ofensivas e defensivas, o inglês fez parte de formações inesquecíveis de Arsenal e Chelsea. Uma boa adição do game para jogadores de defesa.

Uma lenda direto do Camp Nou: Xavi

Xavi - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


O Barcelona tem um extenso rol de meias talentosos para chamar de seus. No entanto, dentre os melhores, com certeza precisamos colocar Xavi Hernández. Com habilidade e um passe refinado, o meia era capaz de ditar o ritmo das partidas e como o ataque de seus times iriam se comportar. Um daqueles craques que com toda certeza a EA só estava esperando se aposentar para poder incluir no time de lendas de FIFA. Aguardamos ansiosos pela chegada do Iniesta também.


Paredão formado? Vidic

Vidic - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Nemanja Vidic formou uma das duplas de defesa mais temidas da história da Premier League. Agora, o sérvio tem a chance de repetir a zaga poderosa do Manchester United ao lado de outro ícone de FUT, Rio Ferdinand. O zagueiro conhecido por não dar mole algum para os atacantes é uma baita adição ao elenco dos 100 ícones de "FIFA 21".


Lá vem eles de novo: Schweinsteiger

Schweinsteiger - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Depois de marcar história no meio campo do Bayern de Munique e da seleção alemã, Bastian Schweinsteiger se junta ao time de lendas de "FIFA 21". Com oito títulos da Bundesliga e uma Champions League, além da Copa do Mundo de 2014, Schweinsteiger promete ser uma ótima opção para o meio campo no modo FUT. Curiosamente, o segundo atleta que jogou o 7 a 1 na lista de "FIFA 21".


Direto da 98: Davor Suker

Davor Suker - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


Um dos jogadores mais famosos da história da Croácia, Davor Suker é lembrado até hoje como artilheiro da Copa do Mundo de 98, na França. Além disso, o atleta liderou com seus gols o Real Madrid campeão de La Liga e da Champions League. Ao que tudo indica, teremos uma ótima opção para construir ataques devastadores em "FIFA 21". Dá para imaginar uma trinca Ronaldo, Suker e Cantona?


El Niño está de volta: Fernando Torres

Fernando Torres - Divulgação/EA - Divulgação/EA
Imagem: Divulgação/EA


O espanhol Fernando Torres certamente foi o atacante favorito de muitos fifeiros em algum momento dos anos 2000. O craque foi responsável por gols importantes com as camisas de Atlético de Madrid, Liverpool e Chelsea. Em "FIFA 21", o atacante chega ao time de ícones para relembrar seus melhores momentos como um dos mais temidos e letais atacantes da Europa.



Praticamente sem nomes de fora da Europa - exceção feita a Samuel Eto'o - a lista de grandes jogadores do game focou bastante em craques que brilharam nos gramados ingleses. Fica a dúvida se não havia espaço para alguns atletas de fora do velho continente. E aí, conta para gente quem ficou faltando nessa lista de craques de "FIFA 21"?

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol