PUBLICIDADE

Topo

Conheça times de futebol que investiram em Free Fire

Free Fire Corinthians - Divulgação/Garena
Free Fire Corinthians Imagem: Divulgação/Garena

Thaime Lopes

Colaboração para o START

19/04/2020 04h00

Dá para acreditar que faz só seis meses que o Corinthians se consagrou como campeão mundial de Frifas? O time, que na época existia há pouco mais de um mês, marcou a primeira vez que um clube tradicional de futebol conquistou um título mundial no mundo dos eSports.

De lá para cá, a relação entre times de futebol e Free Fire mudou bastante. Outros times entraram na onda e alguns outros ainda estudam como entrar nesse universo. Se você curte um fut e também Frifas, confere essa lista com clubes que investiram no game.

Corinthians

A história do Corinthians com o Free Fire começou no final de 2017, quando o clube paulista firmou uma parceria com a Red Canids, encerrada após cinco meses. Em outubro de 2019, eles anunciaram que voltariam ao competitivo, agora com equipe própria. A line-up formada por Nobru, Fixa, LevelUp, Japa e Pires já se conhecia do jogo, quando tinham uma equipe própria.

Eles competiram e ganharam a terceira temporada da Pro League e logo em seguida veio a conquista do mundial. Esse ano a equipe também participou da LBFF na Série A, onde terminaram em sexto lugar.

Cruzeiro

O clube mineiro entrou no Free Fire há pouco mais de um mês, quando anunciaram a chegada ao game com duas lines: uma mobile e outra de emulador. Mas o pouco tempo de existência não impediu que o time mostrasse seu valor e agora eles competirão na próxima fase da Série A da LBFF. A oportunidade se deu após duas equipes da Série C terem sido desclassificadas, perdendo suas vagas na elite. O Cruzeiro, então, subiu de categoria e competirá junto com outros times já tradicionais de Free Fire.

Manaus FC

O clube do Amazonas, que foi fundado em 2013, já mostrou que está por dentro das novidades do mundo de esportes eletrônicos e decidiu investir em diversas line-ups. Uma delas é a de Free Fire, que apesar de ainda não ter participado de nenhuma competição oficial, já marcou presença em outros torneios paralelos, sempre conseguindo boas posições nas tabelas finais. Os jogadores que representam o Manaus são João Vinícius, Yuki, Tenente e Lima.

Um mês atrás o clube abriu seletivas para a contratação de mais quatro jogadores de Free Fire, mas os nomes dos novos players ainda não foram divulgados.

Paysandu

No final de fevereiro o clube de Belém anunciou sua chegada no Free Fire com o ambicioso objetivo de competir no Mundial. O time é liderado por Baena e inclui os jogadores Joel, L7XL e Burguês. Como possuem pouco tempo de experiência no competitivo de Frifas, o time ainda não participou de nenhum torneio oficial.

Remo

Mais um time de Belém decidiu investir no Free Fire. Dessa vez foi o adversário do Paysandu, o Clube do Remo, fundado há mais de 100 anos. A chegada no competitivo do Frifas foi com tudo, já que a equipe vai participar da Série B da LBFF na próxima fase. A line-up oficial ainda não foi revelada, mas o clube já decidiu investir na primeira peneira, que vai selecionar jogadores para times feminino e masculino, do mobile e também emulador.

Rio Negro

O Atlético Rio Negro Clube, de Manaus, chegou aos esportes eletrônicos há pouco mais de um mês. O anúncio foi feito nas redes sociais e, desde então, eles já abriram seletivas para uma futura line-up feminina de Frifas. Em dezembro do ano passado eles publicaram informações para uma peneira masculina, mas não há informações sobre os jogadores selecionados nas páginas oficiais do clube.

Santos

O Santos fechou parceria com a HotForex para sua divisão de eSports em janeiro desse ano e a união das marcas já rendeu bons frutos: a equipe foi campeã da Série C da LBFF, classificando-se para a Série A na próxima fase. A line-up vencedora conta com Boss, Lobato, Flocky, ONE, RNZIN e Cauan.

Vasco

O tradicional clube carioca está com um novo projeto para criar equipes masculinas e femininas do Free Fire, além de outros jogos, ainda em 2020. A informação é do Jornal O Globo, que informou que o Vasco está montando uma categoria de base para a formação de novos atletas de esportes eletrônicos. Esse investimento inclui aulas de Frifas, PES e Clash Royale para 300 crianças que moram perto do estádio vascaíno. O clube ainda pretende organizar torneios de Free Fire e PES para até 25 mil pessoas.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol