PUBLICIDADE

Topo

Start Entrevista


Sem Pause: 5 perguntas para Christie Golden, autora de livros de Warcraft

Além de Warcraft, Christie Golden também é autora de obras sobre Star Wars e Star Trek - Divulgação/CCXP
Além de Warcraft, Christie Golden também é autora de obras sobre Star Wars e Star Trek Imagem: Divulgação/CCXP

Rodrigo Flausino

Do GameHall

14/12/2019 04h00

Uma das principais autoras de livros do universo de Warcraft, Christie Golden esteve na CCXP 19 participando de um painel sobre a franquia da Blizzard. Além dos livros de Warcraft, a autora também escreveu mais de 10 romances das séries Star Trek e Star Wars. Do Warcraft, alguns foram lançados aqui no Brasil: Crepúsculo dos Aspectos, a Ruptura, Marés de Guerra, Crimes de Guerra e Antes da Tempestade, este último contando os eventos que antecederam a expansão atual Battle for Azeroth.

A "lore" (história) de Warcraft é muito rica e contempla milhares de anos, desde a criação de Azeroth, a Alvorada dos Aspectos Dragônicos (que resultou nos conflitos dos dragões contra Galakrond) e eventos de grandes proporções que também ajudaram a moldar Azeroth, como a Grande Cisão (com a explosão da Nascente da Eternidade, 10 mil anos antes dos eventos atuais), a vinda dos Orcs para Azeroth (retratado no filme "Warcraft, o Primeiro Encontro entre 2 Mundos" até os tempos atuais com o fim do conflito atual entre Horda e Aliança em Kul Tiras e Zandalar.

No início de 2020 será lançado em World of Warcraft o patch 8.3, com os heróis enfrentando N'zoth (um antigo deus antigo, que conseguiu ser libertado graças à Azshara) e depois teremos a expansão Shadowlands, que foi revelada na Blizzcon e surpreendeu muitos jogadores, com Sylvanas quebrando o véu que separa a vida e a morte após confrontar Bolvar Fordragon, que era o atual Lich Rei.

Conversamos com a Christie, que comentou mais sobre a franquia e o que esperar por Shadowlands.

START - Como são os seus estudos sobre as histórias que você faz em Warcraft?

Christie Golden - Quando escrevi o primeiro livro em 2000, sim, eu estudei bastante junto com o Chris Metzen (um dos fundadores da Blizzard) e os escritores da lore de Warcraft. Joguei o game desde o lançamento e já conheço os personagens, ainda mais agora que eu trabalho na Blizzard.

START - Como você se prepara para dar continuidade na história de personagens tão importantes?

Christie - Lendo romances, histórias curtas e quadrinhos, além de conversar com as equipes de desenvolvimento.

START - Teve algum momento que foi realmente difícil de escrever, algum momento marcante?

O mago Rhonin, de World of Warcraft e Hearthstone - Zoltan & Gabor/Divulgação/Blizzard
O mago Rhonin, de World of Warcraft e Hearthstone
Imagem: Zoltan & Gabor/Divulgação/Blizzard

Christie - Quando estava trabalhando em Marés da Guerra, em 2011, meu pai faleceu, e pelo livro ser bem emotivo, foi bem difícil pois no final tem um funeral para o Rhonin, que se sacrificou para salvar outras pessoas no ataque de Garrosh em Theramore. E meu pai foi um homem muito bondoso. A Blizzard foi maravilhosa, e, apesar do prazo apertado, eles entenderam e me deram um tempo para me levantar.

START - O anúncio de World of Warcraft: Shadowlands pegou muita gente de surpresa. Como você viu a recepção do público com o anúncio na Blizzcon?

Christie - Se você esteve na Blizzcon ou assistiu pelo ingresso virtual, pode-se dizer que as pessoas ficaram bem empolgadas, e isso nos faz sentir bem, porque acho que nós e os jogadores percebemos que isso é algo inédito. Estamos fazendo algo novo, coisas que nunca fizemos antes, indo a lugares em que nunca estivemos antes, e esse foi um desafio que todos abraçaram com entusiasmo. Esperamos que Shadowlands seja recebido com a mesma empolgação pelos jogadores.

Em World of Warcraft: Shadowlands os jogadores irão para o pós-vida, acessando as Terras Sombrias. Os locais são as moradas finais das almas após a morte. - Divulgação
Em World of Warcraft: Shadowlands os jogadores irão para o pós-vida, acessando as Terras Sombrias. Os locais são as moradas finais das almas após a morte.
Imagem: Divulgação

START - Que conselhos você daria a uma pessoa que esteja pensando em seguir carreira na literatura?

Christie - É algo que você precisa levar muito a sério. É algo que é importante para você e que você precisa ter certeza de que pode dedicar o tempo e energia necessários. Gosto de dizer às pessoas que uma das melhores coisas a fazer é adquirir o hábito escrevendo, e digo às pessoas que elas podem tentar escrever algo todos os dias, a cada 3 dias, toda semana. E escrever no mesmo lugar, na mesma hora do dia, transformar isso em uma rotina.

Christie durante bate-papo na CCXP 2019, em São Paulo - Divulgação/CCXP
Christie durante bate-papo na CCXP 2019, em São Paulo
Imagem: Divulgação/CCXP

Start Entrevista