Topo

Guia


Death Stranding: Glossário para entender a história

Divulgação
Imagem: Divulgação

Daniel Esdras

Do GameHall

10/11/2019 04h00

"Death Stranding" assustou os jogadores desde o seu primeiro trailer, trazendo um conceito estranho, com bebês engarrafados, esqueletos armados, um óleo escuro cobrindo o chão e um entregador que carrega dezenas de quilos nas costas para tentar reconectar os Estados Unidos.

Como toda obra do Hideo Kojima, o jogo conta com diversas organizações governamentais e privadas, todas com as suas abreviações confusas, diversos grupos com objetivos próprios e dessa vez uma porção de conceitos e palavras técnicas da ciência para embasar a história. Para que você não fique perdido logo de cara e também entenda mais sobre o universo do jogo, preparamos um glossário que explica as principais palavras que serão utilizadas constantemente na jornada de Sam Porter Bridges.

UCA

Reprodução
Imagem: Reprodução

UCA é a abreviação de Cidades Unidas da América, a forma como é chamado os Estados Unidos da América após o evento catastrófico do Death Stranding, que arrebentou o poder do estado e dividiu ainda mais as pessoas. Seu objetivo é reconectar o país de leste a oeste para refundar a nação sobre esse novo nome.

Death Stranding

Death Stranding foi o nome dado para o evento catastrófico e apocalíptico que varreu a América, acabou com as comunicações do país e dizimou boa parte da vida que ali existia, tanto humana quanto animal e vegetal.

Esse evento foi marcado por diversas explosões que surgiram de surpresa, deixando o país, segundo palavras da própria Fragile, como um "queijo suíço".

Entregadores

Reprodução
Imagem: Reprodução

Sam Porter Brigdes, o personagem principal do jogo, é um dos chamados entregadores. Ele viaja o país levando entregas de um ponto ao outro, permitindo que as pessoas troquem alguns suprimentos e coisas que elas próprias produzem e estudam.

Além do Sam, diversos outros grupos fazem o mesmo, tanto para o que restou do governo, quanto para grupos privados, como a Fragile Express.

Fragile Express

Reprodução
Imagem: Reprodução

A Fragile Express é um grupo privado de entregas e que desenvolveu uma rede de comunicação que liga o país. Diferentemente do estado, eles estão mais abertos a tentar novas abordagens, o que fez a organização se meter com alguns grupos controversos, como os separatistas Homo Demens e também os MULAS.

Uma das personagens mais importantes do jogo, a Fragile, é a comandante da organização.

Bridges

Reprodução
Imagem: Reprodução

A Bridges é uma iniciativa do que restou do governo americano para tentar reconectar novamente o país e trazer o senso de união e pátria. O jogo tratará dos eventos da primeira ida da Bridges para o Oeste e da mais atual, com Sam Porter Brigdes como protagonista.

Cidades Knot

Reprodução
Imagem: Reprodução

Essas cidades foram criadas após o Death Stranding e são o que resta de mais pulsante em termos de civilização na América. Algumas delas sofrem com ataques constantes dos Homo Demens, algumas foram até mesmo totalmente destruídas. Você irá passar por várias delas durante o jogo e aprender mais sobre a sua história.

Homo Demens

Reprodução
Imagem: Reprodução

Esse é um grupo separatista que tem visões próprias para o mundo e se negam a entrar na rede Quiral e a UCA. Eles cometem diversos atos terroristas para minar os planos da Bridges e deixar que o mundo permaneça dividido. Seu líder, o Higgs, é um dos vilões do jogo.

EPs

Reprodução
Imagem: Reprodução

Após o Death Stranding, seres invisíveis que só deixavam marcas de alcatrão por onde passavam começaram a surgir. Ao entrar em contato com seres humanos, eles causavam explosões, idênticas ao que aconteceu no Death Stranding.

Eles se relacionam e explicam quase todos os outros elementos do jogo. São alguns dos inimigos mais perigosos da jornada e podem aparecer de diversas formas, não só humanoides. Passar por eles sem ser notado é a melhor coisa que você pode fazer com o Sam.

Preppers

Reprodução
Imagem: Reprodução

Os Preppers são a maioria dos NPCs que você encontrará durante o jogo, naqueles estandes holográficos que você usa para se comunicar com quem está recebendo as cargas. Eles são moradores da UCA com habilidades específicas, como médicos, artesãos, diretores de cinema e muito mais. No decorrer do jogo, eles vão te passar grande parte das missões secundárias e são essenciais para conectar a América toda novamente.

Chuva Temporal

Reprodução
Imagem: Reprodução

Um dos efeitos pós Death Stranding são as chuvas temporais, que ao entrar em contato com células vivas e mesmo objetos inanimados, aceleram o tempo, envelhecendo e estragando o que tocarem. Por conta disso os entregadores andam com roupas especiais.

Praia

Reprodução
Imagem: Reprodução

As praias funcionam como uma espécie de portal para o outro mundo, onde as pessoas ficam antes de ir para o pós vida. Cada um tem a sua própria praia, o que gera o conceito de multiverso do jogo. Os EPs são seres que estão presos na praia e tentam voltar para o mundo dos vivos.

Muitos dos conceitos da praia serão discutidos durante o jogo e influenciam em toda a parte científica desse mundo, como a rede Quiral.

Hades

Reprodução
Imagem: Reprodução

O Hades é uma espécie de praia coletiva, onde várias pessoas repetem os momentos tensos da vida pela eternidade. Algo como um inferno coletivo. Um exemplo claro são os soldados mortos em guerras que ficam revivendo no campo de batalha.

Rede Quiral

Reprodução
Imagem: Reprodução

A Rede Quiral usa as praias para processar informações em tempo rápido e se comunicar com todos os locais conectados. Cada pessoa que entra para a Bridges e aceita a UCA, entrará para a Rede Quiral.

Obliteração

Reprodução
Imagem: Reprodução

Obliteração é o nome que se dá para a explosão que é originada quando um EP se encontra com um ser vivo no nosso mundo.

Dooms

Reprodução
Imagem: Reprodução

Os Dooms são as habilidades especiais de algumas pessoas e que tem relação com as praias e EPs. O Doom do Sam permitem que ele tenha algumas reações alérgicas aos EPs, já o da Fragile permite que ela os enxergue normalmente.

Existem Dooms ainda mais poderosos, que podem inclusive invocar criaturas da praia para o nosso mundo.

Repatriados

Reprodução
Imagem: Reprodução

O Sam é um exemplo de Repatriado, pessoas que ao morrer não vão para uma praia, mas ficam em um meio onde é possível retornar para o mundo real. Uma obliteração com um repatriado causa menos dano que com uma pessoa comum.

Criptobiontes

Reprodução
Imagem: Reprodução

Criptobiontes são criaturas que estão na terra desde milhares de anos atrás. Inspirados nos Tardígrados, eles são super resistentes e altamente nutritivos. São a comida preferida da Fragile. O Sam não curte muito, mas no jogo eles são um meio eficiente de recuperar a sua vida e fazer algumas coisinhas mais.

Esqueletos

Os Esqueletos são equipamentos que os entregadores usam para conseguir atravessar o mapa de maneira mais fácil e com mais cargas. Você pode equipar um esqueleto para correr mais, suportar mais peso ou mesmo andar melhor em terrenos menos confiáveis, como a neve.

Q-pid

Reprodução
Imagem: Reprodução

O Q-pid (a pronúncia é "cupid") é o equipamento que o Sam utiliza para conectar um novo ponto a rede Quiral. Ele é um colar com diversas barrinhas de metal com fórmulas famosas das ciências naturais cheio de mistério. A narrativa vai se encarregar de explicar a sua origem e importância.

MULAS

Um dos inimigos do jogo são os MULAS, um grupo de ex-entregadores que se perdeu no vício de entregar mercadorias e receber curtidas. Por conta disso, eles roubam a carga de outros entregadores. Fique ligeiro com as lanças eletrificadas deles.

Bebês Bridge

Reprodução
Imagem: Reprodução

A UCA conduziu diversos experimentos com alguns 'bebês especiais'. O resultado foram os Bebês Bridge, que são utilizados em campo para detectar a posição dos EPs, já que eles são sensíveis a esses inimigos. O Sam passará toda a jornada ao lado de um deles.

Decima Engine

Reprodução
Imagem: Reprodução

A Decima Engine foi utilizada para a criação do Horizon Zero Dawn e também para o Death Stranding. Essa Engine é da Guerrilla e foi cedida para a Kojima Productions. É por isso que você encontrará diversos Easter Eggs do exclusivo da Sony no Death Stranding.

Guia