Topo

Curiosidades


"Stranger Things": 10 games para quem curte a série

Reprodução
Imagem: Reprodução

Daniel Esdras

Do GameHall

12/07/2019 04h00

A terceira temporada de Stranger Things trouxe de volta os garotos prodígios de Hawkins para mais uma aventura repleta de suspense, monstros e referências ao estilo de vida dos anos oitenta.

Se você já devorou os capítulos dessa temporada, preparamos uma lista com dez jogos ideais para continuar curtindo o que Stranger Things tem de melhor.

Knights of Pen and Paper: RPG de mesa

Reprodução
Imagem: Reprodução

Alguns dos momentos mais marcantes de Stranger Things durante essas três temporadas se passaram no porão do Mike, quando os meninos da série se reúnem para jogar RPG de mesa. Para quem viveu essa experiência na infância é uma referência cheia de nostalgia.

"Knights of Pen and Paper", desenvolvido pelos brasileiros da Behold, também traz essa nostalgia boa. Enquanto os eventos da aventura vão sendo narrados pelo mestre, seu grupo, formado por crianças caracterizadas como seus personagens, vai tomando as decisões e enfrentando inimigos cada vez mais poderosos.

Indicadíssimo para quem gosta de um bom RPG e ficou com saudades dessas aventuras ao assistir Stranger Things.

Mad Max: ação anos 80

Reprodução
Imagem: Reprodução

Na segunda temporada de Stranger Things fomos apresentados a uma nova personagem, que agora integra o grupo de heróis da série e se tornou uma das favoritas do público, a garota Max. O seu nome é somente uma das referências da série para um dos filmes de maior sucesso dos anos 80, Mad Max.

Recentemente, a Avalanche desenvolveu um jogo no universo de "Mad Max", com toda a ação caótica e batalha de veículos que marcou tanto o filme quanto os jogos do estúdio. Com um mundo aberto e pós-apocalíptico digno de nota, é uma boa recomendação para quem pegou essas referências em Stranger Things.

Conarium: terror Lovecraftiano

Reprodução
Imagem: Reprodução

Os irmãos Duffer se inspiram bastante nas obras do escritor americano H. P. Lovecraft para criar os roteiros cheios de suspense de Stranger Things. Vários momentos que pendem ao terror e ao desconhecido, como o monstro que Will via no céu, fizeram referência aos livros do gênio do terror.

Vários jogos também foram inspirados nas obras do escritor. Daqueles que seguiram a fórmula de forma mais fiel, um dos melhores é "Conarium", que foi baseado no livro "Nas montanhas das Loucura". O jogo conta a história de quatro cientistas e o desafio do que consideraríamos a transcendência "absoluta" dos limites da natureza. Vale a pena para quem busca suspense e mistério.

Divinity Original Sin 2: na pegada D&D

Reprodução
Imagem: Reprodução

O RPG de mesa que as crianças da série jogam não é qualquer um, é Dungeons and Dragons. O mais famoso entre os sistemas do gênero, D&D foi adaptado para várias mídias, desde desenhos como o clássico "A Caverna do Dragão" até jogos eletrônicos como o fantástico "Baldur's Gate".

Para a sequência de Baldur's Gate, o estúdio escolhido foi a Larian, responsável por um dos melhores RPGs dessa geração, "Divinity Original Sin 2", que também bebe muito da fórmula do clássico D&D. Se tivessem nascido nos dias de hoje, Mike e sua trupe provavelmente jogariam o modo cooperativo de "Divinity Original Sin 2" enquanto "Baldur's Gate 3" não chega.

Dragon's Lair: fliperamas!

Reprodução
Imagem: Reprodução

Quando a galera está nos fliperamas de Stranger Things, uma máquina que aparece constantemente é a de "Dragon's Lair". Essa animação interativa foi lançada em 1983 pela Cinematronics e foi desenhada por Don Bluth, um ex-animador da Disney.

Se você quer experimentar um gostinho dos anos 80 e entender a paixão dos garotos da série pelo jogo, pode adquirir "Dragon's Lair" no Steam. Boas aventuras na pele do destemido Dirk.

Earthbound: mistérios numa cidadezinha

Reprodução
Imagem: Reprodução

A trama de Stranger Things sempre gira em torno de problemas e reviravoltas na vida de jovens em uma pequena cidade repleta de mistérios. Sem ter a quem recorrer, os garotos improvisam para resolver os problemas e salvar todos os seus companheiros.

Essa mesma descrição pode significar outra coisa para um fã antigo de Super Nintendo: ele vai pensar que você está falando de "Earthbound". Aqui, o líder do grupo de crianças é Ness e toda a trama se passa na cidade de Onett nos anos 90. Os problemas começam após a queda de um meteoro na cidade, que trouxe alienígenas para a história.

Stranger Things 3: The Game

Reprodução
Imagem: Reprodução

Para promover a série, a terceira temporada de "Stranger Things" ganhou um jogo próprio, lançado para PS4, PC, Xbox One e Switch. A trama é a mesma que rola na série, mas com um sistema de combate e uma versão bem estilosa em "pixel art" dos personagens.

Já se você quer algo dentro do universo da série, mas com desafios mais originais, o jogo "Stranger Things The Game" lançado em 2017 para IOS e Android, com uma pegada mais "The Legend of Zelda", é uma boa indicação também.

Persona 5: um mundo paralelo

Reprodução
Imagem: Reprodução

Mundo paralelo desconhecido e repleto de criaturas estranhas? Investigações amadoras feitas por jovens enquanto enfrentam todos os seus problemas típicos da idade e se aguentam na escola? Pode até parecer o enredo de Stranger Things, mas estamos falando de "Persona 5".

O RPG da Atlus foi eleito o melhor do gênero no The Game Awards 2016 e conquistou uma legião de fãs no PS4. Com foco nas interações sociais dos protagonistas no mundo real e muita ação no Metaverso, Joker e sua trupe são ótimos companheiros para quem curtiu Stranger Things.

Metal Gear Solid 3: saudades da Guerra Fria?

Reprodução
Imagem: Reprodução

Um dos temas dessa terceira temporada é a Guerra Fria que rolou entre Estados Unidos e União Soviética naquela década. A abordagem inclui teorias da conspiração, agentes do Kremlin em solo americano e muitas tramoias para tentar derrotar os inimigos por meios não convencionais.

Um dos melhores jogos sobre o tema é "Metal Gear Solid 3: Snake Eater", que se passa exatamente durante os momentos mais tensos da Guerra Fria, com a crise dos mísseis de Cuba. O jogo tem sua releitura do período para encaixar os acontecimentos desencadeados por Snake, mas adapta muita coisa de forma fiel. Para quem gosta de espionagem e muita trama política, a história do Big Boss em MGS 3 é um prato cheio.

Alien Isolation: de corpo e alma

Divulgação
Imagem: Divulgação

Vários filmes receberam "homenagens" nas três temporadas de Stranger Things, mas nenhum deles foi tão lembrado quanto Alien, principalmente na primeira temporada. Desde o design dos monstros e sua forma de atacar até algumas cenas marcantes com o Will, Alien foi bem lembrado pelos diretores da série.

No mundo dos jogos, o melhor título para a franquia é disparado "Alien Isolation". Com uma inteligência artificial refinada para o monstro alienígena, Isolation foi um dos melhores jogos de terror dessa geração e definitivamente precisa de uma continuação. Se você quer se assustar bastante e embarcar na história de terror de "Alien, Isolation" é o seu jogo.

Mais Curiosidades