Topo

FIFA


Já tem data para chegar! "FIFA 20" promete melhorar chute, passe e goleiro

A mecânica de chutes deve ser mais exigente do que em "FIFA 19", segundo os devs - Divulgação
A mecânica de chutes deve ser mais exigente do que em "FIFA 19", segundo os devs Imagem: Divulgação

Tiago Alcântara

Colaboração para o START

07/06/2019 12h00

A contagem regressiva começou para os fifeiros. A Electronic Arts revelou um breve teaser de "FIFA 20" e abriu a contagem para um "anúncio revolucionário" neste sábado (8), antecipando os dias de agitação da E3. Além disso, já anunciou a data de lançamento do novo game da série: 27 de setembro.

Apesar de a EA não ter reservado espaço para uma apresentação no evento de Los Angeles, a produtora vai transmitir o EA Play no sábado a partir das 13h15 no horário de Brasília. Ali devem aparecer novidades sobre games como "Star Wars Jedi: Fallen Order", e, é claro, "FIFA 20".

O que muda?

A nova edição do jogo deve chegar no segundo semestre de 2019 com uma série de melhorias baseadas no feedback da comunidade. Em um post recente no blog oficial de FIFA, os desenvolvedores compartilharam algumas de suas prioridades para a próxima edição do jogo. "O objetivo, conforme nos aproximamos da próxima versão de FIFA, é elevar a qualidade geral e investir nosso tempo nas principais preocupações de jogabilidade que os fãs têm solicitado", afirma o comunicado do time responsável por "FIFA 20".

Além de melhorias no gameplay online e em recursos como modo de carreira e Pro Clubs, o jogo deve ter mudanças significativas em algumas mecânicas. Confira os destaques e prioridades que foram abordados até agora.

Reforça a marcação!

Um dos pedidos da comunidade é que a experiência de marcação seja melhorada. De acordo com os desenvolvedores, "FIFA 20" terá um sistema defensivo renovado, com posicionamento e ajustes de atletas mais recompensador. Isso significa que se você utilizar defesas manuais deve ter resultados melhores. Um bote bem planejado pode gerar um bom contra-ataque, por exemplo.

Além disso, fica claro que os desenvolvedores querem incentivar que os players assumam os controles de suas defesas, facilitando a movimentação de zagueiros e até mesmo dando recompensas para quem souber jogar direitinho lá atrás. Os criadores ainda prometem melhorar o posicionamento de marcadores para deixar esse tipo de situação de jogo ainda mais realista.

Na cara do gol

Outra mudança é nos momentos em que o atacante estiver cara-a-cara com o goleiro. Esses duelos serão refinados tanto para facilitar as finalizações de quem está atacando como também para deixar as reações dos goleiros mais "humanas". A ideia, ao que parece, é tornar cada uma dessas situações emocionantes e investir em gols para agradar os fifeiros.

Calibra esse chute!

Novidade em "FIFA 19", o sistema de finalizações calibradas permite que o jogador tente "pegar na veia" uma bola ao acertar o timing de um chute. De acordo com os devs, no próximo jogo esse tipo de recurso deve ser ainda mais difícil de dominar. A janela de tempo que o jogador terá para acertar esses movimentos deve ser ainda mais curta, e vai demandar mais habilidade do atleta.

Ou seja, é bom calibrar os dedos para não passar vergonha. Chutes como voleios e giros serão menos fortes e precisos, mesmo quando o jogador acertar o tempo da bola. Ainda falando de finalizações, as cabeçadas prometem ser mais realistas, com dois ou mais jogadores trombando no alto para alcançarem a pelota.

Sai que é sua

Quem joga bem com os arqueiros não deve gostar muito dessa notícia. A eficiência dos goleiros manuais deve ser reduzida no próximo FIFA, com movimentos mais lentos e realistas. Ou seja, quem estiver controlando o goleiro com o analógico direito vai ter que escolher uma direção para seus botes, adicionando um elemento de risco/recompensa parecido com o das finalizações calibradas na defesa. Os devs contam que já testaram a novidade com pro-players e veteranos e tiveram uma boa aceitação.

Passes

Outra mecânica que sempre evolui a cada nova edição de FIFA são os passes. No próximo ciclo, os desenvolvedores prometem aumentar a dificuldade de passes realizados quando o time adversário está pressionando, tornando mais fácil interceptar a bola. Por outro lado, quando o jogador tiver espaço de sobra, os passes devem ser realizados com mais facilidade e serem mais precisos.

Outra novidade é que os toques nos quais o jogador dá uma cavadinha para encobrir as pernas de defensores agora serão manuais e vão exigir ainda mais habilidade. As tabelinhas também devem mudar, tornando-se parte da estratégia de jogo e não mais um atalho manual.

As mudanças prometem tornar o simulador ainda mais realista e exigir cada vez mais das habilidades dos jogadores no controle. Resta saber se as novidades deixarão o gameplay de "FIFA 20" mais fluído ou se podem comprometer o grau de diversão, no fim das contas.

Mais FIFA