Topo

PlayStation


A enrolação de Drake: como o filme de "Uncharted" virou uma novela sem fim

Isto é uma metáfora - Reprodução
Isto é uma metáfora Imagem: Reprodução

Do Gamehall, em São Paulo

23/05/2017 15h10

Nesta segunda (22), o site Deadline revelou que Tom Holland, o atual Homem-Aranha, interpretará o herói Nathan Drake na versão para os cinemas do videogame "Uncharted".

Agora, a história será centrada em uma versão mais jovem do personagem, provavelmente inspirada por elementos narrativos presentes em "Uncharted 3: Drake's Deception" e "Uncharted 4: A Thief's End"

Esta é apenas a última reviravolta de uma novela que dura quase uma década dentro da Sony Pictures, que por vários motivos não consegue levar as aventuras de Drake às telonas em projeto que já envolveu vários diretores, roteiristas e atores de renome.

Os primeiros rumores sobre uma adaptação cinematográfica de "Uncharted" começaram em 2008, por parte do produtor Avi Arad (antigo responsável pelos filmes do Homem-Aranha, em uma sincronia bizarra).

No ano seguinte o filme ganhou mais tração com o envolvimento de David O. Russell, que seria responsável pelo roteiro e direção do filme. Em 2010, ele ainda chegou a incluir no elenco Mark Wahlberg (com quem já havia trabalhado em "Três Reis" e "O Vencedor") como Drake, além de Robert De Niro e Joe Pesci.

"Obviamente estou dentro para qualquer coisa que o David queira fazer mas a ideia é tão maluca: De Niro sendo meu pai, Pesci sendo meu tio", disse Wahlberg na época.

(Na época, o passado de Drake não era conhecido pelo público, então ainda não sabíamos que seu pai era um babaca que entregou ele e o irmão para um orfanato)

Eventualmente, porém, o diretor deixou o projeto por diferenças criativas com o estúdio.

O que também quer dizer que provavelmente nunca veremos a Jennifer Lawrence como Elena - Vianney Le Caer/Invision/AP
O que também quer dizer que provavelmente nunca veremos a Jennifer Lawrence como Elena
Imagem: Vianney Le Caer/Invision/AP

No lugar de Russell, a Sony contratou Neil Burger ("O Ilusionista") para dirigir o filme. Ele deixou a produção quase um ano depois, em 2012.

Enquanto isso, produtores também começaram uma busca por roteiristas para o filme, que passou pelas mãos de figuras como Thomas Dean Donnelly e Joshua Oppenheimer (do remake de "Conan, o Bárbaro"), Marianne e Cormac Webberly (de pérolas cinematográficos como "As Panteras Detonando" e "A Lenda do Tesouro Perdido") e Mark Boal (de "A Hora Mais Escura").

A Sony chegou até a procurar por várias vezes a dupla Seth Rogen e Evan Goldberg ("Superbad"), que sempre recusou a oferta.

"No final vai ser 'Indiana Jones'", disse Goldberg ao site IGN. "Se pudéssemos achar uma forma de não fazer um 'Indiana Jones', seria ótimo."

Eventualmente, a Sony chegou a Joe Carnahan, de "Narc" e "A Perseguição", para assumir o roteiro. A este ponto, Seth Gordon ("Quero Matar Meu Chefe") havia assumido a direção, mas também deixou a produção.

Finalmente o estúdio contratou o diretor Shawn Levy, de "Uma Noite no Museu" e "Stranger Things", e até onde se saiba ainda está trabalhando no projeto.

Em questão de atores, Chris Pratt foi sondado para o papel de Drake, mas recusou. Oscar Isaac também foi cotado para viver o personagem.

Em janeiro deste ano, Carnahan publicou no seu Instagram uma foto com a primeira versão do roteiro pronta.

Mais do que isso, ele chegou até a discutir elementos do roteiro em uma entrevista com o site ComingSoon, também fazendo uma comparação a Indiana Jones.

"'Caçadores da Arca Perdida' é possivelmente meu filme favorito de todos os tempos, mas era preciso criar estas distinções. Acho que Amy Hennig fez isso quando criou o jogo. Ela fez de Drake um anti-Indiana Jones, sabe?", continuou. "Não esqueça que no primeiro jogo, depois do ataque dos piratas, Drake e Sully deixam a Elena para trás, eles a abandonam. Indiana Jones nunca faria algo assim."

Depois da contratação de Holland, porém, o estúdio está em busca de um novo roteirista, o que significa que a maior parte daquele tomo ali em cima não será levado em consideração.

E aqui estamos, quase uma década depois do anúncio original de Avi Arad (que, pelo menos, ainda está envolvido na produção). Parece que há um diretor e ator principal novamente, mas o roteiro voltou à estaca zero. A este ponto, é difícil prever o que vai acontecer com o projeto, mas a confiança do chefe da Sony Pictures, Tom Rothman, em Holland pode significar que o filme ao menos comece a ser filmado.

... Ou não.

PlayStation