PUBLICIDADE

Topo

PC


Netflix vai produzir série de "The Witcher"

Saga original de Geralt e Ciri será adaptada para a TV - Reprodução
Saga original de Geralt e Ciri será adaptada para a TV Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

17/05/2017 08h28

A Netflix anunciou nesta quarta (17) que vai produzir um seriado baseado na série de livros "The Witcher", que inspirou a popular e aclamada trilogia de games da CD Projekt RED.

O projeto será desenvolvido pelos produtores Sean Daniels e Jason Brown, da série de ficção científica "The Expanse", em conjunto com o estúdio polonês Platige Image e a própria Netflix.

O seriado terá como base os 7 livros originais da saga de Geralt, escritos por Andrzej Sapkowski, que servirá como consultor criativo.

"Estou muito feliz que a Netflix fará uma adaptação das minhas histórias, mantendo o material fonte e os temas que eu passei os últimos 30 anos escrevendo", declarou o autor.

Por enquanto, não há planos de adaptar a narrativa dos jogos.

Não é a primeira vez a Platige está envolvida em um projeto com o bruxo Geralt, já que ela foi responsável pelos trailers em computação gráfica dos games, como "The Trail", que também serve como introdução em "The Witcher 3: Wild Hunt".

Tomasz Baginski, responsável por estas animações e indicado ao Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação por "A Catedral", de 2002, dirigirá ao menos um dos episódios da série.

Passando-se antes dos eventos dos games, "The Witcher" de Andrej Sapkowski apresenta Geralt de Rívia, um humano transformado em bruxo e caçador de monstros por meio de mutações.

Inicialmente uma série de contos feitos para subverter clichês contos de fada clássicos, os livros começaram a se expandir em uma grande saga, em que diversos reinos, facções e raças estão à procura da filha adotiva de Geralt, a princesa Cirilla (mais conhecida como Ciri), por sua importância política e seu papel em uma antiga profecia para salvar o mundo.

Por meio desta história, Sapkowski discute e critica a guerra, imperialismo, preconceito e os efeitos da modernização tecnológica na cultura e ambiente de diferentes povos e nações.

Curiosamente, esta não é a primeira vez que as aventuras de Geralt chegam à TV: em 2001, muito antes de virar fenômeno mundial, "The Witcher" ganhou um filme e um seriado de 13 episódios na Polônia, conhecido no exterior apenas como "The Hexer".

A franquia é tão popular e fonte de orgulho nacional na Polônia que, em 2011, o primeiro-ministro Donald Tusk chegou a presentear o então presidente americano Barack Obama com uma cópia de "The Witcher 2: Assassin of Kings".

Em março deste ano, a série de games chegou a 25 milhões de unidades vendidas.

Não há previsão de estreia ou maiores detalhes de produção para o novo seriado de "The Witcher". Além deste projeto, a Netflix pretende lançar outras produções de interesse do público gamer, como "Castlevania" e "Carmen Sandiego".

PC