PUBLICIDADE

Topo

Sony apresentará projeto de US$ 50 milhões para fabricar videogames no Brasil

Théo Azevedo

Do UOL, em São Paulo

17/10/2012 18h12

Nesta quinta-feira (18) a Sony Brasil vai apresentar na Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) um projeto de US$ 50 milhões para fabricação de videogames – ou seja, a linha PlayStation - no Brasil. Trata-se de um projeto de diversificação da linha de montagem da empresa no país.


"A Zona Franca é uma área de concentração de incentivos fiscais", explica Fábio Alencar, da assessoria de comunicação da Suframa. "Ou seja, a 259ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração vai aprovar o que poderá ser produzido na Zona Franca de Manaus", completa.

Para fabricar na ZFM é preciso adequar-se ao PPB, ou seja o Processo Produtivo Básico, que consiste em um conjunto mínimo de operações fabris que caracteriza a efetiva industrialização de um determinado produto, em consonância com as leis brasileiras.

Para se ter uma ideia, trata-se do mesmo processo que a Flextronics teve que seguir para fabricar o Xbox 360 no país.

A partir da eventual aprovação a Sony terá até três anos para implantar a fabricação local.

Conversa antiga

Não é de hoje a conversa em torno da eventual fabricação da linha PlayStation no Brasil: a Sony admite há tempos a possibilidade, mas nunca forneceu uma data ou mesmo detalhes sobre tal plano.

Desde outubro do ano passado, o Xbox 360, principal concorrente do PS3, é montado no Brasil, o que resultou numa queda de preço de 40% para o console da Microsoft e um salto no domínio no mercado de videogames: a empresa, que tinha 5,9% de participação de mercado em agosto de 2011 - ou seja, antes da produção local -, se vê com 65% um ano depois, de acordo com dados divulgados pelo GFK.