PUBLICIDADE

Topo

Raquel Motta

Crimson Desert e a estranha sensação de familiaridade

Crimson Desert - Divulgação/Pearl Abyss
Crimson Desert Imagem: Divulgação/Pearl Abyss
Raquel Motta

Raquel Motta é desenvolvedora de jogos e fundadora da Sue The Real, estúdio de jogos focado em narrativas afro-brasileiras. Apaixonada por animais, plantas, entusiasta da área de finanças e nas horas vagas chef de Overcooked. Raquel se dedica a concluir o Jogo Aya e seu lindo black power, e sua maior ambição é ver a palavra do Jogo One Beat Min ser espalhada pelo mundo.

Colunista do UOL

29/12/2020 08h00

Crimson Desert é mais do mesmo?

Em meio a tantos anúncios de jogos no The Game Awards 2020, uma estranha sensação de estar vendo coisas que já vi antes me pegou em cheio.

Talvez por jogos de temática Zumbies com mecânica de shooters FPS, ou até mesmo pelos recorrentes trailers muito bem trabalhados, mas sem muita profundidade narrativa.

É pessoal! Trabalhar com jogos e acompanhar os Indie Games me faz sempre ver coisas novas e boas, ainda que um público massivo não consiga ver isso, mas quando se olha com atenção é possível encontrar jogos como Amoung Us ou Fall Guys com uma certa frequência.

Acredito que minha apatia venha de ver coisas "mais do mesmo", enquanto boa parte dos games indies são versáteis e experimentam muitas coisas novas. Curioso é saber que esses jogos por sua vez estão lá, lutando pela nossa atenção em prateleiras digitais cheias de títulos. Você já deu uma chance para eles?

via GIPHY

A fórmula da indústria

Crimson Desert é a personificação do jogo AAA que consegue cativar com poucos segundos nossa atenção.

Com temática medieval, lindos cenários, uma música épica, combates intensos, tudo realmente impressiona a ponto de esquecermos que talvez tenhamos algum título muito parecido instalado no PC ou Console, mas isso não importa, o jogo parece ser muito divertido e familiar, eu consigo me ver jogando.

via GIPHY

Pensa comigo, essa familiaridade não acontece por acaso, nós temos um proximidade sobre a temática medieval, horas muito maior do que o folclore brasileiro, isso sem contar que somos o maior país com população negra fora do continente africano e ainda assim conhecemos mais sobre neve e espadas, do que a areia e as adinkras africanas.

Tudo isso demonstra, pra mim, que potencialmente os nossos gostos ainda sofrem interferência de um período colonial, quando o Brasil sonhava em ser Portugal. Talvez hoje nossa bússola aponte mais para o norte, sendo mais específica, para os Estados Unidos, mas é inegável que, ano após ano, como Elis Regina cantava na canção Querelas do Brasil - "O Brasil, não conhece o Brasil", algo que sem dúvida vai influenciar nossa lista de games favoritos.

Nossos gostos ainda sofrem interferência de um período colonial, quando o Brasil sonhava em ser Portugal

Apesar da crítica ao perfil de consumo que nos limita a criar outras referências de coisas tidas como "legais", eu fiquei realmente impressionada com o que vi de Crimson Desert.

O trailer nos mostra um uma abordagem de combate muito fluida, somado a isso também vemos uma excelente direção de câmera e efeitos especiais, o que deixa todo o gameplay muito mais dinâmico.

Crimson Desert - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A Pearl Abyss, estúdio criador, descreve a obra como um jogo de mundo aberto ação/aventura com a descrição narrativa de "Uma saga escrita em sangue de uma experiência jamais vista antes...". Eu acho importante ver algo novo em uma linguagem já saturada, afinal não aguento mais ver a repetida história de um nobre cavaleiro que vai resgatar uma donzela em perigo.

A conclusão é de que Crimson Desert é realmente uma grande promessa para os próximos anos, mas apesar de chamar muita atenção com seu trailer de tirar o fôlego, no TGA 2020 quem de fato ganhou o traféu de melhor anúncio no meu coração foi Seasons.

Não aguento mais ver a repetida história de um nobre cavaleiro que vai resgatar uma donzela em perigo.

E você, o que achou do Crimson Deserte e demais anúncios?

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol