PUBLICIDADE
Topo

Sabrina Parlatore chora o fim da MTV Brasil no 'Oi, Sumido'

Mais Oi, Sumido
1 | 24
Siga o UOL no

Liv Brandão e Roberto Sadovski

De Splash, em São Paulo

13/09/2020 04h00

No dia 30 de setembro de 2013, chegava ao fim aquela MTV Brasil. Dono da marca, o grupo americano Viacom passou a assumir o comando da emissora por aqui, que deu uma repaginada e lançou sucessos que de musicais não têm nada. É o caso do reality show "De Férias com o Ex".

Em entrevista a Liv Brandão e Roberto Sadovski, no programa "Oi, Sumido", os ex-VJs Astrid Fontenelle, Edgard Piccoli, Marina Person, Sabrina Parlatore e Zeca Camargo, ao lado do ex-diretor de programação Zico Góes, relembraram os últimos momentos da velha MTV no ar.

Seria inevitável o fim da MTV do jeito que ela era. Como alguém ia esperar para ver um clipe estrear no 'Disk MTV'? Já não fazia mais sentido algum. Eu chorei assistindo ao fim da MTV naquele dia. Eu estava com um aperto no coração, fiquei assistindo e chorando até desligar. Eu me emociono até hoje.

Sabrina Parlatore

Foi Sabrina quem resumiu o legado da MTV Brasil:

A MTV foi muito importante e emblemática na vida de toda uma geração de jovens que a gente ajudou a formar.

E não dá pra discordar, né?

Já Edgard, comemorando que "era pago para se divertir", contou que seu choro veio muito antes.

Eu chorei quando eu saí da MTV, em 2006, eu já estava contratado no Multishow, estava tudo certo na minha vida. Mas pensei 'aqui se encerra talvez o ciclo mais legal da minha história'

Veja a íntegra do 'Oi, Sumido' MTV