Gatos gigantes espreitam passarela no desfile masculino da Dior

Por Mimosa Spencer

PARIS (Reuters) - O diretor artístico masculino da Dior, Kim Jones, apresentou nesta sexta-feira sua coleção verão 2025 para a marca de propriedade da LVMH em Paris, em uma repleta de esculturas de gatos gigantes.

"Esses são os gatos que mais me tocaram, eles miam para mim", disse Jones, descrevendo os peculiares animais de cerâmica criados pelo artista sul-africano Hylton Nel.

Os modelos desfilaram com calças de alfaiataria e bermudas, malhas sem mangas em cores claras e sapatos grossos parecidos com tamancos. Broches brilhantes e casacos enfeitados iluminaram a paleta de cores suaves, e bolsas de sela vieram em tamanhos extragrandes e extrapequenos.

A frase "uma vida elegante" foi pintada no pedestal de uma das esculturas -- uma criatura com cabeça de gato e corpo de mulher, batom vermelho vivo e sapatos de salto alto combinando.

As marcas de moda de alto padrão enfrentam uma desaceleração nos negócios de roupas e acessórios, especialmente no importantíssimo mercado chinês, onde a crise imobiliária e o alto índice de desemprego entre os jovens reduziram o apetite dos compradores por ostentação.

A Louis Vuitton, outra marca de propriedade da LVMH, deu início à semana de moda masculina de Paris na terça-feira com um desfile ao ar livre na Unesco, que, assim como o desfile da Dior, atraiu multidões de fãs ansiosos para a chegada de celebridades.

Os desfiles masculinos, que serão seguidos pela semana de alta costura, ocorrem enquanto a França se prepara para os Jogos Olímpicos.

A construção da estrutura para os Jogos Olímpicos congestionou o trânsito e empurrou alguns desfiles de moda para os arredores do centro da cidade.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Mimosa Spencer)

Deixe seu comentário

Só para assinantes