PUBLICIDADE
Topo

Alemanha entrega primeiros Bronzes de Benin à Nigéria

01/07/2022 19h55

BERLIM (Reuters) - Autoridades alemãs devolveram à Nigéria nesta sexta-feira as duas primeiras das mais de 1.100 esculturas de valor inestimável conhecidas como Bronzes de Benin que foram saqueadas pelos europeus no século 19.

Soldados britânicos saquearam cerca de 5.000 dos artefatos --esculturas e placas que datam do século 13 em diante-- quando invadiram o Reino de Benin, no que hoje é o sudoeste da Nigéria, em 1897.

Os objetos chegaram a museus na Europa e nos Estados Unidos.

"Esta é uma história do colonialismo europeu. Não devemos esquecer que a Alemanha desempenhou um papel ativo neste capítulo da história", disse a ministra das Relações Exteriores alemã, Annalena Baerbock, em uma cerimônia em Berlim para marcar a transferência.

Os dois primeiros bronzes, um representando a cabeça de um rei, o outro mostrando um rei e seus quatro assistentes, serão levados pessoalmente pelo ministro das Relações Exteriores da Nigéria, Zubairu Dada, e pelo ministro da Cultura, Lai Mohammed, que estiveram presentes na cerimônia.

A decisão da Alemanha de realizar uma das maiores repatriações de artefatos históricos reflete uma crescente conscientização na Europa sobre a contínua relevância política do saque colonial e da violência no passado.

(Reportagem de Thomas Escritt)