PUBLICIDADE
Topo

Pedaços da maior pintura do mundo são vendidos por R$ 340 mi em Dubai

Um pedaço da obra "Journey of Humanity", de Sacha Jafri - Reprodução/Instagram
Um pedaço da obra 'Journey of Humanity', de Sacha Jafri Imagem: Reprodução/Instagram

Abdelhadi Ramahi e Lisa Barrington

De Dubai

23/03/2021 11h29

Uma obra de arte criada a partir da maior pintura em tela do mundo foi vendida por US$ 62 milhões — o equivalente a R$ 341 milhões na cotação atual — em Dubai, tornando-se a segunda pintura mais cara de um artista vivo a ser adquirida em um leilão.

A obra original, "The Journey of Humanity" ("A Jornada da Humanidade", em tradução livre), do artista britânico Sacha Jafri, detém um recorde mundial do Guinness por ser a maior pintura em tela do mundo — com mais de 1,8 mil m² de área.

Criada em uma tela estendida no chão do salão de baile do hotel Atlantis, de Dubai, durante sete meses da pandemia de coronavírus, a pintura foi dividida em 70 lotes para venda.

André Abdoune, um cidadão francês que mora em Dubai e tem um negócio de criptomoeda, deu o lance de US$ 62 milhões por todos os pedaços. O objetivo original de Jafri era arrecadar US$ 30 milhões (R$ 165 milhões) para instituições de caridade.

Abdoune disse que está planejando um "segundo passo" para a pintura, na esperança de arrecadar ainda mais dinheiro para caridade, sem dar maiores detalhes. Por ora, ele pretende deixar a pintura em Dubai.

"O objetivo sempre foi mudar as vidas de crianças de todo o mundo e tentar reconectar a humanidade", disse Jafri, que incorporou pinturas de crianças de mais de 140 países em sua obra. "A pureza de intenção que só as crianças têm fez algo realmente poderoso."

Entre as instituições de caridade contempladas estão o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Global Gift Foundation e a Dubai Cares.