PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

"Todas as Garotas..." é novela com pior ibope na história da Record

Mharessa é a protagonista de "Todas as Garotas em Mim", da RecordTV - Instagram
Mharessa é a protagonista de 'Todas as Garotas em Mim', da RecordTV Imagem: Instagram
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

17/06/2022 00h09

Último produto da dramaturgia da Record, hoje comandada por Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo, "Todas as Garotas em Mim" já detém um recorde negativo: o pior ibope já obtido por uma novela da Record até hoje.

Segundo dados consolidados de audiência, a trama de Stephanie Ribeiro e direção de Rudi Lagemann registra até agora 4,3 pontos na Grande SP (cada ponto = 75 mil domicílios).

O resultado é tão ruim que fez a Record perder a vice-liderança no horário para o SBT (6,1 pontos). A Globo lidera com folga (28,7) e a Band vem em 4º (2,7).

Uma "Poliana bíblica"

"Todas as Garotas..." é uma novela bíblica e proselitista, embora sob o manto da contemporaneidade.

A história acompanha a vida da garota Mirella (Mharessa), 17 anos, que relaciona todos os acontecimentos com fatos bíblicos.

No último dia 11 a novela chegou a registrar apenas 2,6 pontos, um número historicamente ainda mais triste para a dramaturgia da Record.

A previsão é que tenha 60 capítulos.

Antes dela, a novela com menor média de ibope na Record foi "Jesus" (5,4 pontos).

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops