PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

XVideos e Onlyfans viram alternativa contra produtoras pornôs

Elisa Sanches  - Reprodução / Internet
Elisa Sanches Imagem: Reprodução / Internet
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

19/04/2021 13h32

O mundo das produtoras de filmes eróticos pode estar com os anos contados.

Duas novas ferramentas e aplicativos podem selar o destino das produtoras: o site gratuito XVideos e o aplicativo Onlyfans.

Atrizes brasileiras (e atores) estão descobrindo que pode ser mais lucrativo trabalhar por contra própria em vez de se submeter a produtoras e empresários.

A atriz pornô Cassia Santos Rosa, mais conhecida como Pernocas, abriu seu próprio canal no XVideos.

Casada, com filho pequeno, ela agora pode ficar mais próxima dele e não ter de viajar tanto. Toda a produção é feita dentro de sua própria casa (com os devidos cuidados para não atrair vizinhos enxeridos, claro).

Outra atriz "top de linha" que está optando pelos aplicativos e o XVideos é Elisa Sanches. Além de ser a nova apresentadora da "Casa das Brasileirinhas" ela também abriu seu próprio canal no XVideos e tem recebido em dólar (convertido).

Segundo Elisa, só com o site internacional ela consegue tirar mais de R$ 10 mil mensais. Com isso ela já montou uma equipe e um escritório para agendar seus eventos.

Outra atriz ouvida pela coluna, gaúcha, pediu para não se identificar no momento. Isso porque ela ainda trabalha numa produtora no Sul do país e está montando seu Onlyfans com pseudônimo.

Em menos de dois meses ela já tem mais de 330 inscritos, sendo que cada um paga por volta de R$ 30. Nada, nadica e já são quase R$ 10 mil.

Ela ainda completa a renda com filmagens —ao menos dois filmes por semana. Alguns fãs também podem pedir vídeos exclusivos, e isso engrossa sua carteira também.

Outro lado

Para o CEO da Brasileirinhas, maior produtora pornô do país, dificilmente uma atriz desconhecida do grande público vai atrair muitos fãs dispostos a pagar.

"A produtora ainda vai ser por muito tempo a vitrine dessas moças. Sem produtora, sem exposição, só mesmo se for uma atriz muito famosa. Caso contrário isso pode virar apenas uma moda temporária", afirma o CEO;

A coluna tentou entrar em contato com o XVideos e o Onlyfans, para que comentassem sobre a política de custos e divisões de ganhos. Ninguém respondeu até a publicação deste texto.