PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Exclusivo: Agência Elite lança seguro mundial e inédito para modelos

Amélie Tremblay, Behati Prisloo e Eliza Kallmann, modelos exclusivas da Elite NY - Instagram/Reprodução
Amélie Tremblay, Behati Prisloo e Eliza Kallmann, modelos exclusivas da Elite NY Imagem: Instagram/Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/11/2020 00h09

A agência de modelos Elite, uma das maiores do mundo, vai lançar um produto inédito no mercado de moda e beleza.

Trata-se de um seguro global de vida, acidente, doença, internação e até mesmo de perda de bagagem.

Ele será oferecido a todas as modelos da agência ao redor do mundo, 24 horas por dia, 365 dias por ano.

E em qualquer lugar que elas estejam.

Segundo a coluna apurou, ao menos 1.000 modelos (mulheres e homens) serão beneficiadas (os) num primeiro momento.

A data de lançamento do seguro é o próximo dia 15.

O que impressiona é o valor: cada modelo vai pagar apenas US$ 50 por mês (R$ 288).

Seguros semelhantes nos EUA estão cotados acima de US$ 25 mil anuais (ou mais de R$ 2.000 mensais).

Chamado de Elite Insurance Project For Models, ele foi desenvolvido por três anos pelos CEO e CFO da agência, Dejan Markovic e Sergio Leccese, respectivamente, e a AXA Assistance, empresa especialista em seguros internacionais de viagem e de saúde.

A Elite conta ainda com um brasileiro em em seu conselho de diretores: o ex-modelo internacional e empresário Marcus Panthera, que cuida do casting da agência em Miami.

A iniciativa é inédita no mundo da moda e o objetivo é dar tranquilidade ao elenco da agência e às suas famílias.

O seguro é tão amplo que prevê cobertura e atendimento imediato até mesmo em caso de um dente quebrado, ou se a (o) modelo contrair em trabalho Covid 19 ou outras doenças.

O seguro prevê inclusive que, em caso de invalidez (ou morte), as modelos (ou suas famílias) recebam até US$ 250 mil.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL