PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Após anos de derrotas, Globo Bahia assedia estrelas da Record

Âncora José Eduardo, o Bocão, apresentador do "Balanço Geral Bahia" - Reprodução
Âncora José Eduardo, o Bocão, apresentador do "Balanço Geral Bahia" Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

03/03/2020 03h51

Resumo da notícia

  • Desde 2017 a situação da Globo na Bahia é periclitante no ibope
  • Líder no resto do país, na Bahia a Globo amarga muita vice-liderança
  • Há 3 anos José Eduardo Bocão, do Balanço Geral, derrota a Globo nas tardes
  • Para tentar estancar a sangria, Globo assedia profissionais da rival

Nos últimos três anos a situação tem sido difícil e problemática para a TV Bahia, afiliada da Rede Globo naquele Estado.

A TV Itapoan, afiliada da Record, deita e rola na Bahia em termos de ibope.

De segunda a sexta ao menos, em horário comercial, cada vez mais vezes a Record fica em primeiro, deixando a Globo em segundo. Trata-se de uma situação inédita no país.

Nas tardes, porém, a situação da Globo Bahia é vexatória: há três anos consecutivos apanha da programação da Record-Itapoan a partir do meio-dia.

Nesse horário vai ao ar Luiz Eduardo, o popular Bocão, com o Balanço Geral local.

Em média Bocão ganha da Globo por cinco a seis pontos a mais. Já chegou a abrir até dez, dependendo da temperatura do noticiário..

A Globo já tentou de tudo, inclusive há cerca de dois anos enviou um diretor do Rio para Salvador para tentar solucionar o "problema Bahia".

Contratou uma gerente da Itapoan, Ana Raquel, depois uma apresentadora que fazia sucesso na Record, Jessica Senra.

Nas últimas semanas o assédio se tornou mais agressivo: ao menos quatro repórteres da Itapoan foram convidados para mudar para a Globo. Nenhum aceitou.

Até o antes impensável agora já é cogitado —ainda que aos sussuros— na Globo Bahia: tentar contratar Bocão.

Como diz o ditado: se você não pode com eles, tente se juntar a eles.

Procurado pela coluna ontem, Bocão não respondeu aos pedidos de entrevista desta coluna até sua publicação.

Ricardo Feltrin no Twitter, e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL