PUBLICIDADE
Topo

"Trato Feito" volta à TV paga com novos episódios; Rick descarta franquia

Rick Harrison, do programa "Trato Feito", canal The History - Divulgação
Rick Harrison, do programa "Trato Feito", canal The History Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

29/07/2018 10h53

No próximo dia 1º, quarta-feira, estreia a nova temporada de “Trato Feito”, programa de maior audiência do canal The History no Brasil e também nos Estados Unidos.

Trata-se não só de uma nova temporada, mas de uma nova fase do programa e do próprio negócio da loja de penhores "Gold & Silver", localizada em Las Vegas, já que a família Harrison perdeu no último dia 25 de junho seu patriarca e co-fundador da loja, Richard Harrison, aos 77 anos.

Na semana passada a coluna conversou com Rick Harrison por "conference call".

Rick, mais conhecido pelo público como o “Careca” --uma espécie de enciclopédia humana--, afirmou que nunca esperou que o programa fizesse tanto sucesso e que chegaria ao momento atual (a 17ª temporada).

Em julho do próximo ano “Trato Feito” completa 10 anos no ar nos EUA.

Para Rick, o pai era uma pessoa muito querida não só pela família e por telespectadores (seu velório teve cenas marcantes com ele exibidas), mas principalmente pelos funcionários da “Pawn Stars”, em Las Vegas.

Ele acredita que não precisará fazer nenhum tributo especial ao pai na nova temporada, exceto tocar o negócio que “The Old Man” montou.

Ele também não comentou nada sobre como ficará a estrutura acionária da loja, agora com a morte do pai.

PICUINHA ACIONÁRIA

Anos atrás, o filho de Rick, Corey “Big Hoss”, fez uma agressiva campanha para ganhar uma participação no negócio também.

Até então ele era apenas um funcionário (bem) remunerado e o filho e o neto dos donos.

O Velho não via problemas em ceder umas ações, mas Rick hesitou e se perguntava se Corey mereceria uma porcentagem da loja somente por ser parente.

Furioso, Big Hoss tratou de mudar de roupa, vestiu um terno e foi atrás de um novo emprego. E conseguiu.

No dia em que voltou à loja para pedir demissão, no entanto, seu pai amoleceu e lhe cedeu 5% das ações (ele queria no mínimo 10%). Esse assunto deve retornar internamente agora com a morte do Velho.

A coluna perguntou a Rick ainda se ele considera um dia abrir novas lojas, ou criar um sistema de franquia, com mais lojas pelo mundo.

“De jeito nenhum, uma só já dá muito trabalho”, respondeu, completando com sua tradicional risada.

Se Rick descarta o "licenciamento de novas lojas, o History não dispensa faturar com a marca. O canal já teve no ar duas "franquias" de outras lojas de penhores: "Trato Feito - Reino Unido" (em Chester, Inglaterra), e "Trato Feito Luisiana, nos EUA). 

Segundo ele um dos itens de maior sucesso na loja são as moedas em prata pura feitas com a efígie de seu pai.

Ele calcular ter vendido já mais de 100 mil moedas no mundo todo. Disse que países que mais compram são Rússia, Índia e muitos países da América do Sul (não citou o Brasil).

QUEM DÁ MAIS?

Também na próxima quarta-feira, em dobradinha com a nova temporada de “Trato Feito”, o canal The History ganha uma nova atração.

O programa de leilões de depósitos abandonados “Quem Dá Mais” migrou do canal “A&E” para o THC.

Ele será exibido todas às quartas antes de “Trato Feito”, e também com episódios inéditos. È a décima temporada da atração.

Programa: “Quem Dá Mais?”
Onde: History Channel
Quando: Quartas, 21h45

Programa: “Trato Feito”
Onde: History Channel
Quando: Quartas, 22h40.

*os programas têm reprises de episódios antigos em diversos horários durante a semana

LEIA MAIS

Funeral de "The Old Man" teve cenas com ele em programa exibidas

Tributo: Com "O Velho", morre um pouco do espírito de "Trato Feito"

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL