PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Canal History nega que reality "O Sócio" terá versão brasileira (ainda bem)

Marcus Lemonis é "O Sócio", reality de negócios exibido no canal pago The History Channel (THC) - Divulgação
Marcus Lemonis é "O Sócio", reality de negócios exibido no canal pago The History Channel (THC) Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/06/2017 08h11Atualizada em 04/06/2017 08h11

A assessoria do canal The History Channel negou que esteja sendo preparada uma versão brasileira de “O Sócio” --considerado um dos melhores programas da TV paga.

Apresentado pelo bilionário de origem libanesa Marcus Lemonis, o programa está em sua quarta temporada no Brasil.

Lemonis usa seu próprio dinheiro para investir em empresas ou negócios em, dificuldades ou à beira da falência.

Na semana passada, o History iniciou um concurso que vai dar R$ 25 mil aos fãs brasileiros do programa.

Para isso é preciso se cadastrar no site  (seuhistory.com/desafiosocio) e depois assistir aos últimos episódios inéditos da atual temporada.

Durante a exibição são mostrados códigos na tela. É preciso anotá-los, pois é com esses códigos que você poderá acessar as perguntas e concorrer; o objetivo é preciso responder o mais rapidamente possível.

Depois da publicação da reportagem, vários leitores começaram a escrever à coluna afirmando que o próprio Lemonis havia publicado em seu twitter que está preparando uma versão brasileira.

Outros leitores fizeram piada com a informação, escrevendo que, num país tão corrupto como o Brasil, o bilionário teria de separar um dinheiro extra somente para pagar propinas.

Outros leitores sugerem (brincando, claro) que Lemonis, 43 anos, deveria ser eleito presidente-tampão, caso Michel Temer seja ejetado esta semana do poder pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que vai retomar o julgamento da chapa Dilma-Temer.

No entanto, o maior temor dos leitores (e do colunista) seria criar uma versão nacional com algum empresário, o que certamente descaracterizaria a atração.

Apesar de ter um programa na TV, o History Channel informa que Lemonis nunca dá entrevistas ou nem sequer aceita viajar para promover o próprio programa.

@feltrinoficial

conheça o site Ooops!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL