PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

"Encrenca", da RedeTV!, bate recorde e abre distância do "Pânico"

Os humoristas do programa "Encrenca", da RedeTV! - Divulgação/RedeTV!
Os humoristas do programa "Encrenca", da RedeTV! Imagem: Divulgação/RedeTV!
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

30/11/2015 13h35

O humorístico “Encrenca”, da RedeTV!, registrou seu recorde de audiência ontem, desde a estreia: foram 5,5 pontos de média na Grande São Paulo, com participação de quase 9% de share (9 em cada 100 TVs ligadas).

O pico de audiência chegou a 7,2 pontos, outro recorde.

Nos 73 minutos em que disputou público contra o “Pânico na Band”, a média foi ainda maior: 5,9 pontos contra 4,7 da atração rival.

O “Encrenca” vem derrotando o concorrente há alguns meses. O programa surgiu apenas no ano passado, justamente como um substituto para o “Pânico” (que trocou a RedeTV! pela Band em 2012).

O programa da RedeTV! também tem atingido razoáveis números em sua reprise aos sábados, quando também costuma derrotar a Band.

As vitórias do "Encrenca" foram comemoradas pelo vice-presidente da RedeTV!, Marcelo de Carvalho, que, em entrevista ao UOL, classificou as derrotas do "Pânico" no Ibope como uma vingança pessoal.  "Na televisão, todos têm o direito de sair de um canal. Artista vai e vem. Atração vai e vem. Isso é do nosso ramo. O que eu fiquei chateado, magoado, foi a maneira como eles saíram. Isso não se faz. Você não cospe no prato que comeu. Tanto o Tutinha, quanto o Emílio ganharam milhões de reais aqui, então não dá para sair falando mal", avaliou.

TV e Famosos