'O Poço 2': Netflix revela teaser e data de estreia da sequência; saiba o que esperar

A sequência do filme O Poço já tem data para estrear na Netflix. Nesta quinta-feira, 11, o serviço de streaming revelou o primeiro trailer da produção, dando uma prévia não só dos novos protagonistas, mas também dos rumos ainda mais sinistros e tensos que a continuação deve seguir. De quebra, o vídeo ainda cravou quando os fãs poderão conferir o longa inédito, no dia 4 de outubro.

Mantendo a combinação de terror e ficção científica que fizeram do primeiro filme um sucesso, a sequência agora mostrará como a terrível prisão vertical mudará com o domínio imposto por uma figura misteriosa. Seu objetivo, ao que tudo indica, é estabelecer algum tipo de ordem à dinâmica social infernal ao redor da plataforma. Mas é possível falar em justiça em um cenário tão desumano? E pior: quem garante que as novas regras são de fato cumpridas?

É neste novo contexto que são introduzidos os personagens de Milena Smit, mais conhecida por suas performances em A Garota na Fita e Mães Paralelas, Hovik Keuchkerian e Bogotá de La Casa de Papel. Por enquanto, a Netflix mantém em segredo detalhes sobre quem eles são, não tendo sequer revelado seus nomes.

O mistério ao redor da continuação é tanto que o diretor Galder Gaztelu-Urrutia, responsável também pelo primeiro filme, não declarou nada muito além do seu desejo de expandir este universo e sugeriu o retorno de "velhos amigos" em uma "trama repleta de surpresas e obstáculos".

"Queremos que essa segunda parte seja uma viagem física emocionante, que nos permita mergulhar na escuridão deste lugar que nos dá medo de olhar", disse em comunicado à imprensa, quando começou a rodar a sequência, em maio de 2023.

Relembre o hit pandêmico

Estrelado por Ivan Massagué (O Labirinto do Fauno), O Poço apresenta uma prisão muito particular, onde as celas dos presos se organizam verticalmente. Distribuídos aleatoriamente pelos andares, os prisioneiros se alimentam através de uma plataforma que percorre o edifício de uma ponta à outra.

Essa dinâmica cria um cenário de desigualdade extrema, no qual quem ocupa os andares mais altos podem fazer verdadeiros banquetes, enquanto os ocupantes das partes mais baixas são obrigados a brigar pelos seus restos.

Embora o filme parecesse já um hit distante, não é nada surpreendente que O Poço ganhasse uma continuação. Se por um lado o final ambíguo do primeiro filme permite novos desdobramentos, o impacto mundial do seu lançamento na Netflix em 2020 permanece e evidencia todo o potencial de continuar essa história. De acordo com dados divulgados pelo próprio streaming, O Poço teve 82,8 milhões de visualizações e até hoje figura entre as produções de língua não-inglesa de maior audiência, perdendo apenas para o norueguês O Troll da Montanha (103 milhões de visualizações), os espanhóis Sociedade da Neve (98,5 milhões) e Destinos à Deriva (85,7 milhões) e o francês Sob as Águas do Sena (88,2 milhões).

Este desempenho salta ainda mais aos olhos ao saber que O Poço primeiro foi lançado nos cinemas espanhóis em 2019, um ano ano antes de estourar mundialmente, tendo obtido resultados tímidos na bilheteria - aproximadamente US$ 1,09 milhões, segundo dados do Box Office Mojo.

Assista ao teaser

Deixe seu comentário

Só para assinantes