PUBLICIDADE
Topo

Alec Baldwin lamenta tragédia: "Não há palavras que expressem minha tristeza"

22/10/2021 17h38

Los Angeles (EUA), 22 out (EFE).- O ator Alec Baldwin afirmou nesta sexta-feira que "não encontra palavras" para expressar sua tristeza pelo acidente no qual matou a diretora de fotografia do filme que estava gravando, quando atirou com uma arma que não sabia que estava carregada.

"Não há palavras para expressar a minha tristeza e comoção diante do trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, uma mulher, mãe e companheira profundamente admirada por todos nós. Estou cooperando totalmente com a investigação policial para saber como ocorreu esta tragédia", escreveu o ator no Twitter.

As autoridades buscam determinar por que a arma estava carregada e com qual tipo de munição enquanto era utilizada durante as gravações do filme "Rust", um faroeste filmado em Santa Fe, no estado do Novo México, nos Estados Unidos.

"Estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e à família. Meu coração está partido pelo seu marido, seu filho e todos que amavam Halyna", declarou Baldwin sobre a tragédia, na qual também feriu o diretor do filme, Joel Souza.

Fotos divulgadas pelo jornal "Santa Fe New Mexican" mostram Baldwin angustiado na porta do escritório do xerife de Santa Fe, onde, segundo a publicação, foi interrogado.

O incidente ocorreu na quinta-feira no Bonanza Creek Ranch, cenário onde costumam ser realizadas diversas produções de Hollywood.

Até o momento, as autoridades descartam apresentar acusações criminais e estão interrogando a equipe do filme para esclarecer os fatos.

A empresa encarregada pelo filme, do qual Baldwin é protagonista e produtor, emitiu um comunicado para dizer que a equipe está "devastada" com o ocorrido e se comprometeu a oferecer ajuda psicológica a todas as pessoas relacionadas à filmagem, que será suspensa por tempo indefinido. EFE