PUBLICIDADE
Topo

Rolling Stones homenageiam Charlie Watts em show lotado em Milão: 'Sentimos falta'

Rolling Stones homenageiam baterista Charlie Watts, que morreu em 2021, em show em Milão (Itália) - Sergione Infuso/Corbis/Getty Images
Rolling Stones homenageiam baterista Charlie Watts, que morreu em 2021, em show em Milão (Itália) Imagem: Sergione Infuso/Corbis/Getty Images

Da ANSA

Em Milão, na Itália

22/06/2022 17h33Atualizada em 22/06/2022 17h36

Mais de 57 mil fãs lotaram o estádio San Siro, em Milão, na noite de ontem, para ver os Rolling Stones fazerem um show em homenagem ao baterista Charlie Watts, que morreu aos 80 anos em agosto do ano passado.

O primeiro concerto da banda britânica na Itália sem o músico foi aberto com um vídeo dedicado ao legendário baterista. "Esta é a nossa primeira turnê sem Charlie e sentimos muito a falta dele", disse Mick Jagger, saudando o público em italiano.

Durante a apresentação, que teve várias referências à guerra na Ucrânia, o guitarrista Keith Richards vestiu as cores da bandeira ucraniana - azul e amarelo -, enquanto imagens de prédios bombardeados foram exibidas no telão.

O show em Milão foi o único da passagem da banda pela Itália e celebra também 60º aniversário de carreira dos Rolling Stones.

Além disso, marca o retorno de Jagger, de 78 anos, aos palcos, após se recuperar da Covid-19.

"Obrigado, Milão! Que público incrível! Amamos a Itália", diz uma publicação, em italiano, no perfil oficial da banda, que ainda divulgou fotos do estádio lotado.