PUBLICIDADE
Topo

Morre músico italiano Franco Cerri, aos 95 anos

Franco Cerri era referência do jazz na Itália - Leonardo Cendamo/Getty Images
Franco Cerri era referência do jazz na Itália Imagem: Leonardo Cendamo/Getty Images

Em Milão

18/10/2021 11h23Atualizada em 18/10/2021 11h23

O guitarrista italiano Franco Cerri, de 95 anos de idade, morreu hoje em Milão. Ele é considerado um dos maiores e mais conceituados músicos do jazz do país.

A morte do guitarrista foi confirmada pelo seu filho, Nicolas Cerri, em uma publicação no Facebook.

"As sete notas e os três violões cumprimentam Franco Cerri com muito carinho, um grande músico e um grande homem. Boa viagem, pai", escreveu Nicolas.

Ao longo da carreira, Cerri tocou com diversos grandes nomes da música italiana, como Bruno Martino, Renato Carosone, Nicola Arigliano e Johnny Dorelli. O guitarrista também entrou para a orquestra de Gorni Kramer.

Nos anos 1980, Cerri formou dupla com o pianista Enrico Intra, com quem fundou a escola "Musica Oggi".

"Tocamos juntos por meio século, convivendo neste mundo do som que sentirá falta de um excelente professor. Franco tinha muita personalidade, sempre foi muito comunicativo, educado e civilizado, aquelas qualidades que todos deveriam ter", afirmou Intra.