PUBLICIDADE
Topo

Justiça holandesa decideque tesouros arqueológicos da Crimeia pertencem à Ucrânia

26/10/2021 08h22

Amsterdã, 26 Out 2021 (AFP) - A Justiça holandesa determinou nesta terça-feira (26) que uma coleção de ouro da Crimeia, de valor incalculável, emprestada para um museu holandês pouco antes de Moscou anexar a península em 2014, "deve ser entregue à Ucrânia".

"O Tribunal de Apelação de Amsterdã determinou que o museu Allard Pierson tem que entregar os 'Tesouros da Crimeia' ao Estado ucraniano", afirmaram os juízes.

Quatro museus da Crimeia apresentaram há sete anos uma demanda legal conjunta para obrigar o museu holandês a devolver a coleção histórica de objetos arqueológicos denominada "Ouro cita".

Um tribunal decidiu em 2016 que os tesouros pertenciam ao patrimônio cultural da Ucrânia e que deveriam ser restituídos a Kiev, advertindo que a Crimeia não é considerado um Estado soberano.

Os museus da Crimeia, no entanto, apresentaram recurso contra a sentença e alegaram que deveriam receber os tesouros arqueológicos.

Em 2019, a Corte de Apelação de Amsterdã anunciou que precisava de mais tempo para decidir sobre o caso.

O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, celebrou nesta terça "uma vitória muito esperada", após a sentença da Justiça holandesa sobre uma disputa entre Kiev e Moscou.

No Twitter, o chefe de Estado se mostrou "agradecido" por esta "decisão justa" e ressaltou que a Ucrânia "sempre recupera o que lhe pertence". Ele garantiu que o país fará a mesma coisa com a Crimeia, península anexada pela Rússia em 2014.

jhe/jv/rsc/mar/tt