PUBLICIDADE
Topo

YouTube suspende canal de Bolsonaro por uma semana

25/10/2021 22h21

Brasília, 26 Out 2021 (AFP) - A plataforma de vídeos YouTube suspendeu nesta segunda-feira por uma semana o canal do presidente Jair Bolsonaro, após remover um vídeo de uma transmissão ao vivo em ele que divulgou informações falsas associando a vacina contra a Covid-19 à Aids.

"Removemos um vídeo do canal de Jair Bolsonaro por violar as nossas diretrizes de desinformação médica sobre a Covid ao alegar que as vacinas não reduzem o risco de contrair a doença e causam outras doenças infecciosas", relatou o YouTube em comunicado enviado à AFP.

Esta é a segunda vez que o presidente viola as "normas da comunidade" da plataforma, motivo pelo qual não poderá publicar vídeos nem fazer transmissões ao vivo nos próximos sete dias, segundo as regras do YouTube. Os demais vídeos do canal de Bolsonaro, que tem 3,5 milhões de assinantes, permanecem com acesso liberado.

As plataformas Facebook e Instagram, que pertencem ao mesmo grupo, também removeram o vídeo nesta segunda-feira, pelo mesmo motivo.

mel/dl/lb

GOOGLE

FACEBOOK