PUBLICIDADE
Topo

Mãe e filho bengalis se reencontram 70 anos depois

28/09/2021 12h57

Dacca, 28 Set 2021 (AFP) - Um homem de Bangladesh, de 82 anos, reencontrou sua mãe, de quase 100, graças às redes sociais, após quase 70 anos de afastamento.

Abdul Kuddus Munsi foi enviado para morar com seu tio quando tinha em torno de 10 anos, mas perdeu contato com sua família depois de fugir e ser adotado por duas irmãs.

"Este é o dia mais feliz da minha vida", disse ele à AFP em Brahmanbaria, distrito da fronteira leste onde nasceu, em 1939.

Em abril, um empresário publicou um vídeo de Kuddus no Facebook, pedindo ajuda para que pudesse encontrar seus pais. Tudo o que Kuddus lembrava de sua primeira década de vida eram os nomes de seus pais e de sua aldeia.

Um parente distante da aldeia viu-o e informou a Kuddus que sua mãe, Mongol Nessa, ainda estava viva.

Kuddus - agora pai de três filhos adultos e cinco filhas - viajou cerca de 350 quilômetros, da cidade de Rajshahi, para vê-la.

No fim de semana, reencontrou sua mãe, que o identificou por uma marca na mão, assim como sua irmã.

"Minha mãe é muito idosa e não consegue falar direito", comentou.

"Ela chorava depois de me ver e segurar minhas mãos. Eu disse a ela 'seu filho está de volta e você não precisa se preocupar com nada daqui para frente'". contou.

"Eles se deram as mãos e choraram por um longo tempo", disse o sobrinho de Kuddus, Shafiqul Islam, à AFP.

"Centenas de moradores que vieram presenciar o reencontro também tinham lágrimas nos olhos", acrescentou.

str/sa/stu/leg/mab/erl/tt

FACEBOOK