PUBLICIDADE
Topo

Kleber Mendonça Filho, diretor de 'Bacurau', integra o júri do Festival de Cannes

Kléber Mendonça Filho no Festival de Cannes em 2019, quando venceu o Prêmio do Júri com "Bacurau" - Pascal Le Segretain/Getty Images
Kléber Mendonça Filho no Festival de Cannes em 2019, quando venceu o Prêmio do Júri com 'Bacurau' Imagem: Pascal Le Segretain/Getty Images

Da AFP, em Paris

24/06/2021 06h45Atualizada em 24/06/2021 08h23

O cineasta brasileiro Kleber Mendonça Filho, o sul-coreano Song Kang-ho, protagonista de "Parasita", e a atriz americana Maggie Gyllenhaal estão no júri do Festival de Cannes, anunciou a organização de evento nesta quinta-feira (24).

Cinco mulheres e quatro homens integrarão o júri que anunciará em 17 de julho o vencedor da Palma de Ouro a um dos 24 filmes em competição, que incluem os trabalhos mais recentes de Wes Anderson, Paul Verhoeven, Sean Penn e Nanni Moretti, entre outros.

Até agora, o festival havia anunciado apenas o nome do presidente do júri, o cineasta Spike Lee, o primeiro afro-americano a ocupar o posto.

Lee exibiu sete de seus filmes no Festival de Cannes e foi premiado com o Grande Prêmio em 2018 por "Infiltrado na Klan".

O ator sul-coreano Song Kang-ho retorna a Cannes depois que "Parasita" venceu a Palma de Ouro em 2019, antes de vencer o Oscar no ano seguinte.

O diretor brasileiro Kleber Mendonça Filho também retorna ao festival. Ele competiu duas vezes pela Palma de Ouro: em 2016, com "Aquarius", e em 2019, com "Bacurau", codirigido por Juliano Dornelles. Este último venceu o Prêmio do Júri,, em um empate com o francês "Os Miseráveis".

Kleber Mendonça Filho - Loic Venance/AFP - Loic Venance/AFP
Os diretores Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles no Festival de Cannes
Imagem: Loic Venance/AFP

Maggie Gyllenhaal, que atualmente trabalha em seu primeiro filme como diretora, também integrará o júri, assim como a diretora e atriz francesa Mélanie Laurent, que já atuou em vários filmes de Hollywood como "Bastardos Inglórios", de Quentin Tarantino.

O júri é completado pelo ator francês Tahar Rahim, de "O Profeta" e "O Mauritano", a cantora francesa Mylène Farmer e duas cineastas que já disputaram a Palma de Ouro, a franco-senegalesa Mati Diop e a austríaca Jessica Hausner.

O maior festival de cinema do mundo, que não foi realizado no ano passado devido à pandemia, acontecerá de 6 a 17 de julho.