PUBLICIDADE
Topo

'Nomadland' se consagra no BAFTA; Hopkins ganha prêmio de melhor ator

"Nomadland" levou melhor filme, melhor direção e melhor atriz no BAFTA - Divulgação
'Nomadland' levou melhor filme, melhor direção e melhor atriz no BAFTA Imagem: Divulgação

De Londres

11/04/2021 19h36

A duas semanas do Oscar, "Nomadland", da chinesa Chloe Zhao, triunfou neste domingo na maior premiação britânica do cinema, o BAFTA. Já Anthony Hopkins foi eleito melhor ator, por seu papel em "Meu Pai".

Zhao venceu o BAFTA na categoria de melhor direção, e seu road-movie "Nomadland" foi consagrado como melhor filme, enquanto Frances McDormand foi premiada como melhor atriz por seu papel no longa.

Vencedora do Globo de Ouro em fevereiro e primeira mulher a receber quatro indicações ao Oscar, a cineasta independente, de 39 anos, homenageou "a comunidade nômade que recebeu [a equipe do filme] com tanta generosidade e compartilhou com eles seus sonhos e lutas".

"Gosto do que faço, e se isso significa que mais gente como eu pode viver seus sonhos, fico muito agradecida", completou.

"Nomadland" já havia vencido ontem o renomado prêmio de melhor filme do Sindicato de Diretores dos EUA (DGA Awards).

Anthony Hopkins, de 83 anos, foi premiado por sua interpretação de um idoso que sofre de demência em "Meu Pai". Após a cerimônia, o ator, que está no País de Gales, disse que se sente orgulhoso de ter participado do filme, que chamou de poderoso.

Devido à morte do príncipe Philip, na última sexta-feira, o príncipe William, que apareceria em um discurso gravado, não participou da cerimônia.

Olivia Colman e Anthony Hopkins em cena de 'Meu Pai' - Divulgação/IMDb - Divulgação/IMDb
Olivia Colman e Anthony Hopkins em cena de 'Meu Pai'
Imagem: Divulgação/IMDb

Ang Lee é premiado

O cineasta Ang Lee, de "O Tigre e o Dragão", entre outros, recebeu o prêmio honorário BAFTA Academy Fellowship pelo conjunto da obra.

O prêmio de melhor atriz coadjuvante foi para a sul-coreana Youn Yuh-jung, de 73 anos, por "Minari". Já Daniel Kaluuya, de 32, levou o troféu de ator coadjuvante, por "Judas e o Messias Negro".

O prêmio de revelação foi para Bukky Bakray, por "Rocks". Gritos de alegria foram ouvidos na casa da atriz após o anúncio. "Obrigada, meu Deus, obrigada aos meus pais", reagiu a jovem. O troféu foi o único conquistado pelo filme, que recebeu sete indicações.

Youn Yuh-Jung venceu o BAFTA de Melhor Atriz Coadjuvante - Reprodução/BAFTA/Twitter - Reprodução/BAFTA/Twitter
Youn Yuh-Jung venceu o BAFTA de Melhor Atriz Coadjuvante
Imagem: Reprodução/BAFTA/Twitter

Veja lista completa de vencedores:

  • Melhor filme: "Nomadland"
  • Melhor atriz: Frances McDormand, por "Nomadland"
  • Melhor ator: Anthony Hopkins, por "Meu Pai"
  • Melhor atriz coadjuvante: Yuh-Jung Youn, por "Minari"
  • Melhor ator coadjuvante: Daniel Kaluuya, por "Judas e o Messias Negro"
  • Melhor direção: Chloé Zhao, por "Nomadland"
  • Melhor roteiro original: Emerald Fennell, por "Bela Vingança"
  • Melhor roteiro adaptado: Christopher Hampton & Florian Zeller, por "Meu Pai"
  • Melhor revelação: Bukky Bakray, por "Rocks"
  • Melhor filme britânico: "Bela Vingança"
  • Melhor filme em língua não inglesa: "Druk - Mais Uma Rodada"
  • Melhor documentário: "My Octopus Teacher"
  • Melhor filme de animação: "Soul"
  • Melhor fotografia: Jushua James Richards, por "Nomadland"
  • Melhor trilha sonora: Jon Batiste, Trent Reznor & Atticus Ross, por "Soul"
  • Melhor edição: Mikkel E.G. Nielsen, por "O Som do SIlêncio"
  • Melhor estreia de diretor, roteirista ou produtor britânico: Remi Weekes, por "O Que Ficou Para Trás"
'Judas e o Messias Negro': ao fundo, Daniel Kaluuya, que venceu o BAFTA - WARNER BROS - WARNER BROS
'Judas e o Messias Negro': ao fundo, Daniel Kaluuya, que venceu o BAFTA
Imagem: WARNER BROS