Conteúdo publicado há 23 dias

Rodrigo Faro conta como atingiu 12% de gordura corporal aos 50 anos

Rodrigo Faro, 50, virou assunto nos últimos dias com seus treinos intensos de calistenia.

O que aconteceu

O apresentador é adepto dos treinos de calistenia, prática que envolve exercícios apenas com o peso do próprio corpo.

O comunicador está com 12% de gordura corporal, considerado ideal para atletas, segundo o Conselho Americano de Exercício.

Em entrevista para a GQ Brasil, o artista deu mais detalhes de sua rotina fitness e a evolução do corpo nos últimos seis meses.

De acordo com Faro, ele faz atividades físicas desde a infância, como ginástica, natação, futebol, vôlei e handebol.

Aos 18 anos, iniciou os treinos de musculação e, há seis meses, conheceu a calistenia.

Rodrigo contou que decidiu começar a praticar a modalidade durante um jogo de futebol, quando esbarrou em um jovem. "Ele era meio magrinho. Quando trombei com ele, fui arremessado a uns dois metros de distância, como se eu tivesse batido numa barra de mármore. Acabou o jogo e perguntei como ele tinha uma musculatura tão dura e forte, e ele falou que era atleta de calistenia".

A partir daí, ele acrescentou a calistenia no dia a dia, praticando duas vezes na semana, de segunda e sexta-feira. "Meu corpo mudou, ganhei um tônus muscular, uma força, uma resistência e uma mobilidade que eu não tinha".

Terça, quarta e quinta-feira são dias de musculação. "Eu não quero ficar gigante. Quero ficar com o mesmo tamanho de corpo, porém, com outro tônus, mais denso, mais forte. O tônus de quem faz calistenia não é absurdamente gigante, mas é trincado, duro, forte, e essa é a textura muscular que eu busco. Em seis meses, já consegui alcançar uma mudança gigante".

Continua após a publicidade

Faro ainda faz acompanhamento com endocrinologista. "Não faço reposição hormonal, ele [médico] acredita que com os meus treinos e minha alimentação, levando quase uma vida de atleta, consigo atingir meus objetivos. Se eu tô treinando muito forte como eu tô, eu já acabo tendo uma testosterona alta. Não preciso repor nada, porque uma vez que eu começar a repor, meu corpo vai entender que não precisa mais produzir".

O apresentador divide suas refeições em café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar, priorizando vegetais, legumes e proteínas magras. O apresentador não consome glúten, açúcar, lactose, refrigerante e arroz, e evita comer queijo. "Tô nessa alimentação há muito tempo já e meus ganhos são gradativos. Cada vez que faço um exame, eu fico muito feliz. Endoscopia e colonoscopia, por exemplo, o intestino funciona perfeitamente, e isso é fruto das minhas escolhas alimentares".

Deixe seu comentário

Só para assinantes